O fim de uma era



Gabs - Dia 03 de Agosto de 2012 eu comecei a mudar minha vida. Nunca estivera tão empolgado com uma ideia. O blog foi criado por mim, para NADA mais, nada menos, que expressar minhas opiniões a cerca de obras literárias e afins. Quem diria em Gabriel? Quem diria que o blog se tornaria algo tão sério e especial na minha vida. Eu realmente não esperava!

Mari - Dia 19 de Novembro de 2014 eu entrei em um mundo diferente: Eu Vivo Lendo. Após este dia minha vida mudou completamente. Além de aprofundar-me em críticas literárias, conheci o mundo dos bloggers, o mundo das editoras e conheci a pessoa que me proporcionou esta alegria; Gabs. Eu realmente não esperava acompanhar o crescimento, as mudanças e o amadurecimento do blog. Ganhei todo o conhecimento que um leitor possa imaginar e muito mais.

Gabs - O blog cresceu assustadoramente durante essa trajetória – conturbada e feliz. Posts que alcançaram mais de 20000 visualizações me deixaram/deixam muito feliz e posts com baixo reconhecimento me entristeciam. Não me entristecem mais! Aprendi com o tempo que nem sempre o sucesso pode ser alcançado e que, com os erros, é que se aprende. O blog mudou minha maneira de ver o mundo e, o mais importante: mostrou-me que ser reconhecido é uma das coisas mais maravilhosas que existem.

Mari - Como o Gabs disse anteriormente: o blog cresceu muito. Eu afirmo isso porque eu cresci junto com ele. Cada visualização, comentário e +1 no Google; + é como se fosse uma vitória. Claro que, depois de um tempo, aprendi que nem sempre mil visualizações significam que o post está bom. Aprendi também que nem sempre cinco visualizações significam que o post está ruim. O blog mudou a minha forma de visualizar números. Acima de tudo eu vejo qualidade. E garanto que esta é uma característica que não falta no blog!

Gabs - Estabilidade! Essa é a palavra que resumi o blog nesse momento. O Eu Vivo Lendo não é mais um blog que precisa ser divulgado. Não falo isso para nos exibir, falo para mostrar que todo o meu, e o trabalho da Mari, foram reconhecidos e estão sendo ainda mais. O blog vai muito bem, obrigado. MAS… Não dá maneira como eu sempre sonhei. Eu cansei do visual e do estilo do blog e isso é SUPER normal em qualquer site do tipo. Por isso as mudanças ocorrerão e, por mais que elas não sejam primordiais. Para nós, são importantes.

Mari - Ás vezes nos olhamos no espelho e cansamos da nossa aparência. E qual a solução? Mudar o corte de cabelo. E é o que vai acontecer com o blog: mudanças. Depois de muito esforço, muito trabalho árduo e muita dedicação, nós conseguimos reconhecimento. Agora está na hora de retribuir todo o carinho recebido. E uma das formas da equipe Eu vivo lendo retribuir, é muito simples: melhorar tudo o que estiver ao nosso alcance para o conforto de vocês.

Mari e Gabs - Ok, Gabriel e Mari! Mas quais mudanças? Bem... Algumas colunas entrarão em extinção completa e outras ganharão uma total formulação. O sucesso dos quadros opinativos e musicais foi algo aparente e, por isso, decidimos continuar com os mesmos. Porém, tudo será diferente. Estamos com a ideia de mudar a maneira como fazemos resenhas e dar mais foco a assuntos alheios a livros. Vai ser legal! Tem MUITO mais, só que não podemos revelar tudo: é surpresa!

Gabs - Depois de tudo isso,  devo dizer que a maior mudança ocorreu em mim. Ganhei uma companheira e uma GRANDE amiga. Mariana Nhoque (que vocês conhecem) se juntará a mim e comandará o blog, com brilhantismo. O reforço dessa menina <3 e o apoio ainda maior de vocês, como sempre, fará tudo valer a pena. Espero que gostem das mudanças.

Mari - Então é isso, pessoal! Estou muito ansiosa com as novas mudanças e não vejo a hora de descobrir o resultado. Obrigada leitores que acompanham o Gabs desde 2012 e obrigada leitores que começaram a nos acompanhar quando eu entrei para o blog. Obrigada Gabs pela oportunidade que você me deu hehehe <3. Só quero que saibam que o blog é tudo pra mim e vou fazer de tudo por ele. Vocês são demais!

VEMOS VOCÊS DIA 01/08 (com layout novo).

Tag: Livros + Emoções

Heey pessoal! Hoje vou responder uma tag bem legal, que já tinha vontade de fazer faz algum tempo. Livros + Emoções é basicamente uma tag que consiste em associar um livro em específico a uma emoção. Vem comigo!
Quer ler a resenha de algum livro citado na tag? Clique em sua capa e, caso haja, você será redirecionado a respectiva resenha.

PS: Selecionei apenas 5 sentimentos, mas a tag original possui 9.


Tag criada pelo canal Padfoot and Prongs 07 e traduzida pelo canal Tiny Little Things.

LIVROS + EMOÇÕES


1 - Feliz



A Lua de Mel é um livro extremamente divertido e que me prendeu de uma maneira fora do comum. Apesar de ter me irritado um pouco com as protagonistas em alguns momentos, o livro me agradou demasiadamente e eu com certeza o recomendo. É MUITO engraçado!

2 - Triste


Esse, sem dúvida, é o melhor livro que eu já li na vida. O misto de emoções que senti ao lê-lo é confuso e passará a impressão de exagerado, mas não exagero ao dizer que esse livro é fenomenal. Me senti triste a maior parte do livro, por dois motivos: ele é triste, e acabá-lo me deixou em uma depressão profunda. Mas leiam! Por favor.

3 - Nervoso


Nem preciso falar o motivo, né? O livro é tosco ao extremo. Além de submeter a figura feminina a uma humilhação gigante, possui os personagens mais escrotos de todos os tempos. O livro é horrível e me deixou MUITO estressado.

4 - Nostálgico  


Posso dizer que FMF 3 foi o primeiro livro (com mais de 400 página), que li na vida. Na época eu não tinha noção de continuação ou até mesmo que FMF era uma série – tinha 12 anos gente -. A nostalgia sempre bate quando folheio o livro e ele me remete a bons momentos.

5 - Surpreso


Não esperava NADA desse livro e ele acabou se tornando um dos melhores que já li na vida. O livro tem drama, humor, solidão e uma dose de sarcasmo. Tudo isso na medida certa! Recomendo demais.

Espero que tenham gostado da tag pessoal. Até logo!

[TOP 5] - Motivos para assistir Teen Wolf

Oi leitores, tudo bem? Fiquei um bom tempo sem postar, mas claro que a falta de post vai ser esclarecido e vocês vão ser muito recompensados no mês de Agosto. Eu e o Gabs estamos montando um post para explicar tudinho a vocês! Hoje quero compartilhar cinco motivos para assistir Teen Wolf. É a minha série teen favorita e quero que seja a de vocês também. TW possui cinco temporadas, cada uma constituída por 12 episódios, no máximo 24 eps - 3 temporada -.

A quinta temporada foi lançada a pouco tempo e, para minha felicidade, deixaram escapar dois episódios de uma vez, hehe. A sexta temporada já foi renovada e sei que vai ser lacradora também! Sem mais delongas, vamos aos motivos que fizeram-me viciar nessa série.


Título: Teen Wolf.
Título original: Teen Wolf.
Ano de lançamento: 2011.
Autor: Jeff Davis.

Emissora: MTV.
Elenco principal: Tayler Posey, Dylan O'brien, Tayler Hoechlin e Holland Roden.
Temporadas: 5.

SinopseA série é baseada em torno de um jovem jogador de lacrosse chamado Scott McCall. Uma noite, ele vagueia pela floresta em busca de um corpo morto e é atacado por um lobisomem. Ele escapa do ataque com apenas uma mordida no seu lado, mas depois começa a notar algumas mudanças em si mesmo. Baseado no filme de 1985 com Michael J. Fox, chamado “O Garoto do Futuro” (Teen Wolf).


Elenco:

Que elenco lindo, sério. Nunca vi um elenco com tantas pessoas lindas como o de Teen Wolf. Logo no início quando vi que o Dylan O’brien (o Thomas de Maze Runner) ia estar na série, já fiquei super ansiosa e comecei a primeira temporada. Por sorte, todos os episódios já estavam no ar. Depois fui conhecendo os outros atores e me apegando cada vez mais. Da pra ver claramente a química que rola entre eles durante a atuação. Os principais atores são: Dylan O’brien, Tyler Posey, Tyler Hoechlin e Holland Roden
Claro que, com o passar dos eps, foram entrando e saindo personagens. Isso ajudou bastante na construção da série. Até agora sou apaixonada por todos, porém sinto falta dos antigos. Mas o Dylan está lá – por enquanto – e isso que importa.



Enredo

Quem tira conclusões precipitadas quando terminar de ler a sinopse, está cometendo um grande erro. Eu pensei que seria mais uma série boba de adolescentes que se transformam em lobos e, durante todo o desenrolar, aparece uma menina que se apaixona pelo personagem principal e bla bla bla. Bom, é quase isso... Mas antes de tudo, há relatos sobre a origem dos lobisomens e isso é muito interessante. A série é muito bem dosada entre romance, drama, thriller, superação, mistério e amizade.

Os vilões são totalmente assustadores e bem construídos. Em nenhum momento fiquei perdida nos episódios, Jeff consegue explicar mil coisas em apenas alguns minutos. As cenas de ação parecem reais de tão bem que os atores atuam.

O que eu acho mais legal na série é a mensagem que ela transmite. Relata que nem sempre monstros são realmente monstros. E mostra também que, em meio a tantos personagens com poderes sobrenaturais, UM personagem – Stiles – não precisa de nenhum poder para conseguir agir como um ser assim, e muito menos para defender seus amigos.

Stiles: Você não é ninguém. Você é alguém. Você é meu melhor amigo, eu preciso de você Scott, você é meu irmão.


Vilões:

Como eu disse anteriormente: os vilões são totalmente assustadores e bem construídos. Posso caracterizá-los como medonhos e garanto que vão causar pesadelos. Eles não são aqueles vilões que às vezes damos créditos ou são mais legais que os mocinhos, eles são horripilantes e a ansiedade de que eles morram logo só passa quando isso acontece.
Cada vilão aparece em busca de coisas diferentes. Não é aquela coisa monótona que o que muda é apenas o vilão, mas o objetivo é o mesmo. Seja por querer matar o Alpha dos lobisomens ou apenas acabar com a cidade.

O vilão que mais me deu medo foi o “Berserker”. O som que eles emitem é algo horrível. Infelizmente esses monstros ficaram muito mais que uma temporada, tive que suportar-los um bom tempo.


Ambiente:

O ambiente é totalmente escolar (Beacon Hills High School) porque eles estão no ensino médio. Tudo que acontece é dentro da escola ou próximo a ela. Por ventura, há toda aquela coisa de adolescente: namoro, sexo, diversão e etc. Portanto, a série não fica monótona e há um ar cômico.

Eu amo assistir séries que o ambiente é escolar. Eu fico imaginando como se fosse minha escola. E outro ambiente bastante apresentado na série é a delegacia. Os acontecimentos sempre vão parar em mãos do delegado, que, por acaso, é o pai do Stiles.

Os esconderijos e lugares mais de ação sempre mudam. Acho interessante cada temporada ser ambientada em um local diferente.


Stiles

Stiles é o centro do universo de Teen Wolf pra mim. E não, não é porque é o Dylan O’brien que interpreta ele – talvez -. Vocês devem ter percebido que sou completamente apaixonada por ele. Ele é engraçado, legal, o melhor amigo que alguém pode ter, confiável, sincero, inteligente e tudo de bom. Além de tudo, ele dá a vida por todos os seus amigos e tem um valor enorme pelo pai.


Stiles foi criado sem mãe, mas nada disso criou revolta nele. Ao contrário, ele era todo certinho... até conhecer o mundo dos lobisomens, banshee, kitsune e etc. Ele sempre monta os planos, tem as melhores ideias e tira todo mundo das enrascadas. Ele se destaca por não ter nada sobrenatural, mas age como se tivesse. Ele consegue transformar a escuridão em luz só pelo jeito que encara as coisas.


E então, esses foram os motivos que fizeram eu cair na tentação de viciar na série em meados de 2011. Quem acompanha Teen Wolf sabe muito bem do que eu estou falando. Se você não acompanha, trate de acompanhar, é uma série e tanto.

Beijos e até a próxima <3

[TOP 5] - Livros Desejados

Heeey povo! QUE SAUDADE <3. Já faz um bom tempo que não venho conversar com vocês, né? Mas tenho um bom motivo! Estamos reformando o blog completamente, o que nos toma muito tempo e nos impossibilita de postar com frequência. Em Agosto o blog estará de cara totalmente nova e mudanças drásticas vão acontecer – o que é assunto de outro post -. Não nos abandone, ok?

Hoje vou compartilhar com vocês quais são os 5 livros que eu mais quero no momento (aceito presentes). Vem comigo:





Stoner - John Willians


Acho que o principal motivo da minha vontade louca de ler Stoner é devido aos elogios que o livro recebeu de pessoas conceituadas no ramo da literatura. Além disso, o livro narra a história de um professor – que é o que pretendo ser -. Tati Feltrin também elogiou o livro, então… PRECISO!
 
Ligações - Rainbow Rowell


Quem acompanha o blog sabe muito bem que eu AMO a Rainbow Rowell. Da autora eu li: Eleanor e Park, Anexos. Amei ambos! Recentemente foi lançado o livro mais “cult” dela, aqui no Brasil, que é: Ligações. Estou com muita expectativa para com esse livro e espero não decepcionar-me.

 Toda Luz Que Não Podemos Ver - Anthony Doerr


Esse livro tem TUDO o que eu gosto em um livro. Toda Luz Que Não Podemos Ver ganhou o prêmio Nobel de literatura e foi considerado um dos melhores livros da DÉCADA por sites de crítica renomados. Sem contar que figura a mais de 5 semanas na lista de mais vendidos da Publish New. QUERO, PRECISO, NECESSITO!

Drinque Para Três - Madeleine Wicham


Sabe quando você coloca um livro na cabeça e não consegue tirá-lo? Sou eu com Drinque Para Três! O livro vem me chamando a atenção constantemente, e logo após ler sua resenha em um blog que adoro, não resisti e decidi colocá-lo na lista de prioridades. E ok, confesso que o fato de ser escrito por Sophie Kinsella também aumenta minha vontade de lê-lo. Aceito de presente!

O Sol é Para Todos - Harper Lee


Além de ser um clássico amado por todo mundo, O sol é para todos ganhou uma edição linda, que saiu pela editora José Olympio, o que só intensificou meu desejo por ele. Será um dos próximos livros que farei a compra e decidi que farei um post especial sobre ele, isto é, se gostar do livro.

Foi isso pessoal! Espero que tenham gostado do post e também espero que não nos abandone com a falta de posts. Iremos compensar vocês, ok?

Eaí, o que mais desejam no momento?

Leituras de Junho

Hey pessoal! Hoje vou contar pra vocês o que eu li em Junho. Foram poucos livros – apenas quatro -. Mas foram leituras muito boas e é isso que importa. Me acompanhe!

Clique na capa do livro e será redirecionado a resenha do mesmo!




Lidos em Junho

Por Favor, Cuide da Mamãe 





Desde 2012 eu tinha vontade de ler esse livro e, quando finalmente consegui comprá-lo, corri para me deliciar na história. Não gostei! O livro é demasiadamente lento e a história quase não sai do lugar. O final foi relativamente bom, mas não compensou o restante do livro. Esperava BEM mais.








Escuridão Total Sem Estrelas






Mais um livro do King que me surpreende! Escuridão Total Sem Estrelas é um livro que explora diversos talentos do King, e mostra o motivo do escritor ter o título de Rei do Terror. Recomendo para todos aqueles que curtem contos e para quem curte livro (shashasha). LEIAM!







A Garota do Penhasco





QUE LIVRO! Sabe quando um livro te arrebata e te deixa POR HORAS refletindo sobre sua vida e o propósito da mesma? A garota do penhasco me proporcionou isso. O livro só não foi o melhor do mês, porque eu li um ainda melhor, mas conseguiu entra pro TOP 10 livros favoritos da vida. Em breve trarei uma resenha para vocês.






A Hora da Estrela





O que falar sobre A Hora da Estrela? O que falar sobre Clarice? Fico sem palavras para descrever a grandiosidade dessa obra. Através de pensamentos complexos, realistas e verossímeis ao extremo ela me conquistou aos poucos. Clarice e seu fluxo de consciência me conquistaram. Não vejo a hora de ler outras obras da autora.
Eu vivo lendo. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design