Crítica: A Esperança - O Final

E assim termina a saga da heroína.

Sou suspeito para falar de Mockingjay, pois depois de Harry Potter, Jogos Vorazes foi a saga que mais me marcou. Contei cada dia do ano, até o momento chegar. Chegou! POR QUÊ?????

A Esperança começa exatamente de onde o penúltimo filme parou. Esse recurso narrativo garanti rapidez e mostra a maturidade da direção logo de cara, pois flashbacks desnecessários são evitados e a história é logo jogada para o público; Katniss está frágil e confusa, pois deve tomar decisões importantes, além de ver Peeta na situação em que está. Tudo está uma grande bagunça e resolvê-las demanda tempo, mostra as quase 2:20h de filme.

O filme é bem mais rápido e fluído do que a Parte 1, pois o roteiro já tem espaço para trabalhar com a ação e faz isso muito bem. Todas as cenas de ações são planejadas magistralmente, sendo que uma delas rende – para mim – o melhor momento de todo o filme, devido a sua fantástica carga de suspense bem aplicado.


Josh Hutcherson e Jennifer Lawrence dão um show neste filme. Ambos os personagens têm destaque prioritário e conseguem aguentar a pressão até o último momento. As cenas em que os atores aparecem só mostram o quão preparado e interessados estavam. O restante do elenco está bom em seus papéis, mas ninguém surpreende tanto. Não é dado tanto material para que alguns atores trabalhem, o que acaba empobrecendo um pouco a trama em alguns momentos. Mas nada disso é muito relevante para a trama em termos de continuidade, pois o filme consegue se sobressair a cada cena.

Alguns pontos que me incomodaram:

Por que insistir em um triângulo amoroso tão forçado? Eu nunca gostei da maneira como Suzanne Collins trabalhava o romance de Katniss, Peeta e Gale nos livros, mas no filme isso só ficou pior. Todos os momentos em que o triângulo amoroso foi colocado em pauta, diminuíram a grandiosidade do filme e destoaram completamente do conteúdo proposto pelo diretor, desde Em Chamas. Além disso, os diálogos de Gale e Katniss são bastante forçados e os mesmos não convencem em nenhum momento.


O prólogo – cena mais esperada por mim -, decepciona um pouco. A fotografia do filme em si, vai contra o material antes apresentado na franquia e a cena acaba que se torna algo muito Crepúsculo de se ver. Muito artificial. Muito meloso: faltou profundidade. Faltou sutileza!

O que mais me agradou:

Que cenas empolgantes! A Esperança empolga em sua maioria e isso é muito positivo para um filme que busca atingir um público-alvo mais difícil de se entreter, em termos de fixação. São cenas que brindam o espectador com ferozes críticas a nossa sociedade e trabalham perfeitamente com algumas mensagens essenciais para os dias em que vivemos. Não há vencedores na guerra, só perdedores.


A relação de Katniss e Peeta convence em todos os momentos – diferente de seu “rival” Gale -. É muito bonito de ver a evolução dos personagens ao longo da trama e a entrega de Katniss a Peeta é trabalhada de uma maneira lenta e precisa. O relacionamento que eles cultivaram desde o primeiro filme é respeitado e no final tudo condiz com a personalidade dos mesmos.

É o fim:

Eu agradeço. Agradeço ao primeiro filme de Jogos Vorazes, que fez com que eu me interessasse pelos livros, fazendo com que eu começasse a ler e nunca mais parasse. Agradeço a todos os bons momentos que passei lendo e assistindo essa obra. Agradeço por todas as risadas, lágrimas e até pela fúria momentânea. Agradeço pelo despertar do meu senso crítico, que só se aprimora a cada dia. Jogos Vorazes não é uma franquia perfeita, longe disso, mas me marcou muito e isso eu jamais esquecerei.

Assim como Harry Potter mudou minha vida, Jogos Vorazes também o fez!

Que a sorte esteja sempre a seu favor...

Um comentário:

  1. adoro a serie, tanto os livros como os filmes, eles foram bem fieis aos livros... até o segundo filme estava tudo perfeito... mas tem o terceiro que confesso não me agradou muito... atores muito bons, efeitos ótimas mas tudo deixou um pouco a desejar... estava muito afim de assistir o ultimo filme, não por desejo mas para ver se foram fieis até o fim, e a critica( que esta incrivel, parabéns!) me ajudou a reforçar minhas idéias!

    ResponderExcluir

Heey!

Agradecemos pela visita. O que achou do post? Compartilha sua opinião conosco. Obrigado :)

Eu vivo lendo. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design