Resenha: Anexos - Rainbow Rowell

Heey peoples! Hoje apresento a vocês a resenha de um livro que me surpreendeu muito e que, apesar do começo lento, conseguiu me conquista. Let's go!

Título: Anexos
Título Original: Attachments
Páginas: 368
Autor: Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Gênero: Chick-Lit
Ano de Publicação: 2014

Avaliação:

Capa: 5/5
Diagramação: 4,5/5
Obra Completa: 4/5



Anexos - Beth Fremont e Jennifer Scribner-Snyder sabem que alguém está monitorando seus e-mails de trabalho. (Todo mundo na redação sabe. É política da empresa.) Mas elas não conseguem levar isso tão a sério, e continuam trocando e-mails intermináveis e infinitamente hilariantes, discutindo cada aspecto de suas vidas.

Enquanto isso, Lincoln O'Neill não consegue acreditar que este é agora o seu trabalho ler os e-mails de outras pessoas. Quando ele se candidatou para ser agente de segurança da internet, se imaginou construindo firewalls e desmascarando hackers e não escrevendo um relatório toda vez que uma mensagem esportiva vinha acompanhada de uma piada suja. Quando Lincoln se depara com as mensagens de Beth e Jennifer, ele sabe que deveria denunciá-las. Mas ele não consegue deixar de se divertir e se cativar por suas histórias. No momento em que Lincoln percebe que está se apaixonando por Beth, é tarde demais para se apresentar. Afinal, o que ele diria...?


Resumo:
Lincoln é jovem, porém sem perspectivas. Finalmente conseguiu arrumar o emprego dos sonhos em um famoso jornal. Ele é "agente de segurança da internet", mas as coisas não ficaram assim tão reluzentes para ele. Lincoln lê o email de todos e checa se os mesmos não estão com palavras "exageradas" ou até mesmo fugindo das normas da empresa. O emprego é chato! Lincoln está cansado! Até que se depara com Jennifer e Beth.

Alopradas e sem papas na língua, as duas garotas contam tudo em seus emails constragedores (para Lincoln). É errado, mas ele não tem coragem de denunciá-las. Afinal... É a única coisa divertida que existe naquele "emprego" e, sendo assim, ele não se sente culpado em ler os emails e não fazer sua parte.

Tudo corre monótona e, ao mesmo tempo, divertidamente, mas uma revelação que deixa Lincoln mexido pode abalar tudo. Beth está afim dele! Pois é... Isso mesmo! O jovem que não beija na boca a um bom tempo, logicamente, fica alucinado, porém sabe que não pode corresponder a esse amor e, muito menos, contar tudo o que está acontecendo para alguém. E AGORA?
Opinião:
Anexos possui uma premissa relativamente simples e personagens que, aos olhos de muitos, não passam de americanos mimados, mas Rainbow Rowell mostra que nem tudo o que não reluz não é ouro. Confuso? Não para ela! Anexos é uma aula de bom humor e, obviamente, de amor.

Lincoln demorou a me conquistar. O personagem é tímido e deveras seco em seus monólogos clichês. Rowell mostrou sua habilidade já na construção do personagem. Não há um amadurecimento pretensioso, porém a evolução do personagem é dada de maneira suave e acompanha o desenvolvimento do enredo como ficção em si. Isso suprimi a falta de informações que temos de Jennifer e Beth, justamente porque a única informação que temos das mesmas são as mensagens trocadas por elas. Mensagens cruas e ironicamente altruístas.

"Quando Killey me mostrou o anel dela - platina, 1,4 quilates -, eu tive muita vontade de dizer alguma maldade sobre ele. Quem precisa de um anel tão grande, eu te pergunto? Foram anéis daquele tamanho que fizeram nossas avós pensarem que Elizabeth Taylor era uma puta."

A história possui seus momentos de clímax, mas nenhum deles chega ao ápice de empolgação vistos em outros livros da autora, como Eleanor e Park. Anexos é tão bom, justamente por isto. O livro é simples! Os emails recheados de humor negro trocados por Jennifer e Beth divertem e fazem o leitor refletir sobre diversos assuntos. Ao mesmo tempo, ficamos torcendo por Lincoln e loucos para saber qual será o rumo que a vida do personagem irá tomar. Um enredo perfeitamente organizado, divertido e amarrado.

O drama é um aliado poderoso a qualquer enredo. Com a identificação do leitor com a história triste ou desesperada de algum personagem, as chances do livro dar certo são maiores. Rowell mescla drama e humor na dose perfeita e não deixa nada ficar desconfortável ou forçado. Os personagens fazem parte de um núcleo divertido, mas que é verossímil. O real não é ignorado por ela. Como na vida, há: dor, paixão, risos, lágrimas, ignorância e etc., Fatores como estes, tornam seus personagens tão humanos e queridos pelos leitores. Sua dedicação - alá talento - é admirável.

"Não. Não podia ser. Ela não poderia estar querendo dizer.. Ele se levantou de sua mesa, andou pela sala vazia de Tecnologia da Informação. Tornou a se sentar. Releu o e-mail. "Fofo", ela havia dito. "Forte", ela tinha dito. "Ah meu Deus, ela havia dito. "Lindo"."

Por mais que o desenvolvimento de Anexos seja feito de maneira magistral, não a como negar que Rowell se atrapalhou no início. O livro demora pegar ritmo e apresenta-se clichê e massante até a página 80. Eu entendo que o tempo que ela gastou para desenvolver tudo aquilo foi grande, mas algumas partes poderiam ter ficado de fora e outras poderiam ter sido melhor trabalhadas.

Como sempre, a editora Novo Século arrasou na edição. Tudo está harmônico e condizente com o que foi proposto pela autora. Adorei a capa (minha preferida dos livros da autora) e me apaixonei pela diagramação e tradução bem feitas. Vislumbrar uma futura dedicação com os outros livros da autora nem é preciso, pois a qualidade sempre se repete.

"Quando Lincoln percebeu que não tinha enviado um alerta a Beth Fremont e a Jennifer Scribner-Snyder - depois de quantas ofensas? Três? Uma dúzia? -, não conseguiu se lembrar por que não enviara. Talvez porque ele nem sempre conseguia descobrir que regra elas estavam quebrando. Talvez porque parecessem completamente inofensivas. E legais."

Anexos é introspectivo e eloquente. Uma antítese bem aplicada e, aliada da ironia. O livro é um tapa na cara dos ignorantes conservadores e é descolado ao extremo. Com personagens carismáticos e um enredo simples vai conquistar você de pouco a pouco. Dê uma chance ao início massante e trabalhoso. Você será recompensado! RECOMENDO.

2 comentários:

  1. Olha primeiramente tenho que confessar que adorei a sua resenha, porque eu ainda não tive a oportunidade de fazer a leitura desse livro da Raibow, mesmo tendo todos na estante acredita? Mas eu espero poder ter a oportunidade de ler logo, porque todos falam muito bem. Só não li ainda por conta da quantidade de livros que ainda tenho que ler sabe? Mas mesmo assim adorei tudo que você abordou sobre a história e também sobre seu ponto de vista sobre o livro. Isso foi o bastante para que me convencesse a ler logo esse livro incrivel da autora. PARABÉNS =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/04/resenha-se-joga.html

    ResponderExcluir
  2. Oi, Gabriel! Tudo bem? Adorei a resenha! Eu quero ler algo Rainbow Rowell há muito tempo, mas acho que vou começar com Eleanor e Park, apesar de Anexos parecer ser muito legal também.
    Beijos,

    Letícia
    http://www.odomdaescrita.com.br/

    ResponderExcluir

Heey!

Agradecemos pela visita. O que achou do post? Compartilha sua opinião conosco. Obrigado :)

Eu vivo lendo. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design