Pipoca de Sexta #51 - Os Vingadores 2

Heey pessoal! Beleza? Estou aqui hoje pra contar para vocês o que eu achei de um dos filmes mais aguardados do ano. The Avengers 2! Confiram:

Título: Os Vingadores 2
Gênero: Ação
Distribuidora: Disney
Ano de Lançamento: 2015
Nacionalidade: EUA
Direção: Joss Whedon

Avaliação:

Trilha Sonora: 5/5
Personagens: 4/5
Obra Completa: 4/5





Tentanto proteger o planeta de ameaças como as vistas no primeiro Os Vingadores, Tony Stark busca construir um sistema de inteligência artifical que cuidaria da paz mundial. O projeto acaba dando errado e gera o nascimento do Ultron. Capitão América, Homem de Ferro, Thor, Hulk, Viúva Negra e Gavião Arqueiro terão que se unir para mais uma vez salvar o dia.







RESUMO
Logo após a guerra com os seres alienígenas Os Vingadores encontram-se cansados e, por isso, Tony Stark juntamente com Bruce Banner desenvolvem um projeto de inteligência artificial, o projeto Ultron, para reorganizar a paz mundial e dar as merecidas férias para a equipe de heróis. O problema é que o projeto de Stark dá errado e Ultron surge com mente já formada e pronto para destruir tudo.

Os Vingadores se juntam para tentar salvar o mundo da ameaça de Ultron, mas não esperavam pelos irmãos Wanda e Pietro Maximoff. Agora, além de derrotar Ultron eles terão que vencer uma feiticeira poderosa e seu irmão com super velocidade. Ou será que não? 
OPINIÃO
Minhas expectativas a respeito de Vingadores 2 não poderiam ser maiores. Confesso que fui assistir ao filme com dor na barriga (ansiedade) e o medo de uma decepção me deixava assustado. Porém, o filme se mostrou merecedor do meu ingresso, além de ser empolgante ao extremo. Perfeito? Não!

O filme começa já com um plano sequência muito bem feito e que explora magistralmente a câmera e mostra como Joss Whedon está presente no filme. Logo após, obviamente, a fórmula: "ação"; “tensão”; “calmaria”, é repetida. Todo filme com cenas impactantes precisa de momentos calmos para o público “respirar” e, é claro, entender as motivações e razões dos personagens e, consequentemente, entender o enredo. Achei o processo meio lento e defeituoso. Algumas cenas ficaram longas demais e outras relativamente curtas. Adoraria conhecer mais sobre o passado de alguns personagens e também ser convencido pelo clima entre Hulk e Viúva.
TOOOOP!
Ultron aparece rapidamente e já causa impacto no espectador deveras atônito com o clima de tensão que já acompanha o filme. O vilão é misterioso e perturbador e a cena na qual o mesmo “nasce” foi feita brilhantemente. É de encher os olhos! (literalmente). O problema, é que o vilão perde seu brilhantismo ao longo do filme e seus diálogos começam a ficar clichês, cansativos e altruístas demais. No final, o espectador já sabe o final do vilão. Não que isso seja ruim, mas o modo como Ultron se mostra bobo durante todo o desenvolvimento do filme já adianta a previsibilidade natural de um filme dessa tipologia. O espectador acaba não sentindo remorso, ou qualquer sensação de perda. Ultron não deixa nenhuma marca, chega a ser apenas uma desculpa para as motivações dos personagens e de toda a guerra.

As cenas de ação do filme são espetaculares e empolgam até os não conhecedores e admiradores do universo MARVEL. Os efeitos especiais estão perfeitos. Fiquei até emocionado ao ver o modo como o cinema avançou e tudo o que se é possível fazer com nossas novas tecnologias. Tudo é executado com um carinho incrível; O 3-D está impecável, é possível enxergar as feições de Mark Ruffalo no rosto de Hulk. ISTO É CINEMA!
Ultron </3
A ironia e o sarcasmo estão presentes no filme (logicamente) e são um aliado poderoso para descontrair e acalmar o público – eles sabem que nos gritamos que nem loucos – já cansado (mas feliz). Frases de efeitos cafonas e piadas sexualmente provocantes dão um tom de originalidade impagável a obra e mostra ao espectador que o dinheiro dele não foi gasto atoa. A mesma fórmula de Vingadores 1, porém aprimorada. Eu adorei!
HULKBUSTER
Os irmãos Maximoff foram super aguardados por todos nós. Feiticeira Escarlate não me decepcionou em nenhum momento (Wanda), mas o desenvolvimento de seu irmão, Mercúrio (Pietro) me deixou bem chateado. Wanda é enigmática e poderosa ao extremo. Seu poder vai sendo mostrado aos poucos e, no final, a amostra máxima de sua força é vislumbrada pelo espectador. Um excelente e empolgante gancho para o próximo filme! O desenvolvimento de Mercúrio é superficial. Tive a sensação que o personagem estava ali apenas para complementar o grupo dos Vingadores e, que logo após, seria descartado. E realmente, não foi diferente do que eu imaginei...

Entretanto, adorei o que o diretor e o roteiro fizeram, que foi proporcionar um maior desenvolvimento da história de personagens que, até então, não tinham sido tão bem explorados na trama.  Viúva Negra e Gavião Arqueiro possuem uma importância inigualável para o filme e pode-se dizer que o real protagonista dessa segunda parte é Gavião Arqueiro. Hulk é deixado de lado, porém, seu desenvolvimento é concluído com êxito. 
Dama fatal!
Algo que me chateou um pouco foram alguns furos na história e o modo como algumas coisas são mal explicadas (ou nem são). Acontecimentos frenéticos são a marca da franquia, mas aqui, alguns se perderam e tornaram a confusão uma desgostosa constante durante a sessão. Espero que eles tentem explicar os furos nos próximos filmes da franquia.
Mercúrio e Feiticeira Escarlate.
Vingadores é um filme empolgante ao extremo, bem desenvolvido, crível emocionalmente e que não tem medo de explorar a fraqueza de seus heróis “invencíveis”. O desenvolvimento de alguns personagens decepciona e o ritmo cai deliberadamente em alguns momentos, mas nada que apague por completo o brilho do filme. Gritei, (quase chorei), gritei mais um pouco e fiquei com cara de tacho. Se recomendo? AGORAAAAA!

2 comentários:

  1. Oiee

    O filme já tem vários burburinhos pela internet em geral mas eu confesso que sou totalmente por fora do universo de super heróis não tem jeito rsrs nunca sei quem é quem rsrs mas acho que vale a dica para se divertir no fim de semana!

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  2. Uau, amei a sua crítica Gabriel!
    Assisti ao filme ontem e realmente foi uma loucuraa!
    Os efeitos são sensacionais, do tipo de filme que a gente não pode nem piscar haha

    beijos,
    Guerra de Almofada

    ResponderExcluir

Heey!

Agradecemos pela visita. O que achou do post? Compartilha sua opinião conosco. Obrigado :)

Eu vivo lendo. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design