Resenha: Ratos - Gordon Reece

Oi gente! Beleza? Por motivos de: falta de tempo, só pude publicar a resenha de Ratos agora, porém ainda está em tempo. Eu realmente (MESMO) espero que vocês leiam o livro e que sigam a minha dica. Ok? Let's go!

Título: Ratos
Título Original: Mice
Páginas: 240
Autor(a): Gordon Reece
Editora: Intrínseca
Ano de Publicação: 2010

COMPRE: SARAIVA.


Avaliação:

CAPA: 5/5
DIAGRAMAÇÃO: 5/5
OBRA COMPLETA: 5/5 (FAVORITO)




Shelley e a mãe foram maltratadas a vida inteira. Elas têm consciência disso, mas não sabem reagir — são como ratos, estão sempre entocadas e coagidas. Shelley, vítima de um longo período de bullying que culminou em um violento atentado, não frequenta a escola. Esteve perto da morte, e as cicatrizes em seu rosto a lembram disso. Ainda se refazendo do ataque e se recuperando do humilhante divórcio dos pais, ela e a mãe vivem refugiadas em um chalé afastado da cidade. Confiantes de que o pesadelo acabou elas enfim se sentem confortáveis, entre livros, instrumentos musicais e canecas de chocolate quente junto à lareira. Mas, na noite em que Shelley completa dezesseis anos, um estranho invade a tranquilidade das duas e um sentimento é despertado na menina. Os acontecimentos que se seguem instauram o caos em tudo o que pensam e sentem em relação a elas mesmas e ao mundo que sempre as castigou. Até mesmo os ratos têm um limite.



RESUMO:

Shelley sofre um duro bullying na escola, e o pior, de suas ex-amigas. Ela se autodenomina um rato. Motivo? Shelley - assim como a mãe - acredita que só consegue esquivar e fugir dos problemas. Não tem coragem de encará-los e muito menos tentar solucioná-los. Tudo está estável e duramente estagnado, até que algo terrível e desolador acontece (horrível mesmo) e Shelley é obrigada a mudar de escola e também de casa. Depois de muito conversarem ela e a mãe entram em um consenso e decidem se mudarem para uma casa no meio da floresta. Esse é o meio mais seguro para Shelley viver a partir de agora.

Depois de finalmente se mudarem as duas estão com esperanças de que a vida irá melhorar e tudo ficará bem. Infelizmente e fatalmente, na noite em que Shelley completa 16 anos um ladrão invade a casa e coloca-a refém junto de sua mãe. O pânico se instala e Shelley percebe que mais uma vez seu aniversário foi estragado. Aquilo desperta em Shelley algo nunca antes sentido pela mesma, fazendo-a tomar uma terrível atitude.

OPINIÃO:

Tenho a péssima mania de assimilar equivocadamente livros baratos com má qualidade, mas nem sempre é assim e Ratos prova isto! Paguei apenas 9,90 no livro e posso dizer que foi uma das melhores aquisições de livro que já fiz na vida. Ratos é sensacional! Merece ser lido por todos.

Gordon Reece conseguiu fazer o que pouquíssimos autores já fizeram comigo. Surpreender-me! Esse é daqueles livros que você mal consegue respirar enquanto faz a leitura, tamanha densidade da história. No começo do livro é inevitável ficar com dó de Shelley e até mesmo - inevitavelmente - com raiva. Porém, acho que essa foi realmente a intenção do autor. Mergulhar-nos em um misto de sentimentos e dúvidas sufocantes. 

"Fitando o céu, eu gostava de imaginar que vivia em uma época mais simples e inocente - de preferência antes de surgirem os seres humanos, quando a Terra era um vasto paraíso verde e quando a crueldade de ferir apenas por puro prazer era completamente desconhecida."

Talvez, o maior mérito de Reece seja a maneira como construiu os personagens. Eles são poucos e demasiadamente bem trabalhados. Shelley é um misto de emoções, ela é: confusa, irônica, forte, medrosa, inteligente, astuta e etc. Assim como sua mãe, que se faz de forte, mas na verdade busca em Shelley uma maneira de superar tudo o que passa. O modo como às personagens se desenvolvem durante a narrativa é espetacular. Elas sofrem uma verdadeira metamorfose, mas o que antes era borboleta se torna um leão com pelos incandescentes. 

Fiquei impressionado e aterrorizado com a atitude que Shelley tomou com o ladrão, mas eu ADOREI! Pois é, pelo jeito gosto de ver sangue mesmo (kkk). Sério gente. Foi algo muito inesperado. Foi tão interessante o modo como o autor trabalhou tudo isso e a maneira como a confusão e o terror das personagens nos chocam é admirável. Ratos tem o poder de revirar seu emocional.

"Talvez, pensei, aquilo que não conseguimos compartilhar com os outros seja o que realmente somos."

A edição feita pela Intrínseca se superou! Não tenho palavras para descrever a beleza da capa e o quão ela é bem trabalhada. Tem até a portinha do rato (TOP). A fonte está no tamanho ideal e a folha é de uma qualidade notável. 9,90! Ainda não acredito que paguei só isso nessa belezura.

Tenho certeza de que você irá se deliciar com a escrita de Reece. Ele escreve de uma maneira dinâmica e bastante verossímil. Consegui sentir a motivação e a angústia das personagens e quase enxerguei algumas paisagens tão bem descritas no livro. Ele é direto e pontual! Nada de enrolação, mas sim, muita boa ação.

"A mensagem seria que não importa onde estejamos ou o que façamos, a Morte e o horror estão sempre por perto. O desafio é seguir com nossas vidas e sermos felizes mesmo que sempre possamos vê-los, de relance e borrados, mas ainda reconhecíveis no fundo de cada cena."

Eletrizante e perturbador. Tenho certeza que Ratos vai sim, mexer com você. E MUITO! Gordon Reece é excelente em assustar e criar atmosfera densa. Seus personagens não são o maior exemplo de carisma, mas são verossímeis e completamente humanos. Ao final da história você só consegue refletir e se perguntar: será que sou um rato?

Leia, leia e leia! Você não irá se arrepender. Isso eu garanto.

8 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Oi Gabriel,
    Tudo bom?

    Engraçado eu sempre li a respeito deste livro, cheguei até a comprá-lo na Bienal, mas nunca li... Gostei muito da sua resenha... Parece ser bem interessante e adoro quando o livro mexe com o leitor...
    Parabéns pela resenha :)

    Beijos
    Lu - Relíquias da Lylu
    Relíquias da Lylu

    ResponderExcluir
  3. Oi Gabriel, tudo bem?

    Essa é a segunda resenha desse livro que leio só hoje. Acho que é um complô para eu ler também huahuahuahua. Então, esse é daqueles livros que eu não daria nada, mas acabei ficando curiosa. Adoro suspense e se o livro é eletrizante, eu quero ler, com certeza

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  4. Gostei da resenha Gabriel. O livro parece ser bem intenso e avassalador. Só ouço comentários positivos a respeito dele. Abraço!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  5. Gabriel gostei bastante da resenha.
    Assim como você sempre pensei que esse livro não era tão bom por conta do preço baixo; no entanto, agora, pretendo comprá-lo.
    Abraços, Jonh Alkamim
    http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. biel, eu curti muito a sua resenha! é incrível como todos os que leem esse livro, dizem o quanto fizeram um bom negócio pagando pouco e recebendo muito!
    eu já li "Ratos" e achei sensacional, o autor realmente nos faz sentir vários sentimentos misturados e nos surpreende, e claro que no final do livro eu pensei se eu estava sendo um rato ou não!

    gabryel fellipe - quimeras mirabolantes

    sua resenha foi ótima! tenho certeza de que, aqueles que lerem irão em busca do livro e se satisfarão com a leitura do livro, porque ele é ótimo.

    ResponderExcluir
  7. Já vi muita gente falando que comprou esse livro, mas é a primeira vez que vejo uma resenha dele, adorei sua forma de falar sobre a obra mas o que me deixou mais interessado na leitura foi "Ao final da história você só consegue refletir e se perguntar: será que sou um rato?"
    Já adicionei a minha lista de desejados e espero que consiga encontrá-lo por um preço tão bom quanto o que você conseguiu...

    Longos dias e belas noites pra ti!

    http://leitorantissocial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. UAU que resenha e que livro, agora to ansiosa pra lê-lo, sempre acho que livros desse tipo são os mais fantásticos.
    Beijos, polliana.

    ResponderExcluir

Heey!

Agradecemos pela visita. O que achou do post? Compartilha sua opinião conosco. Obrigado :)

Eu vivo lendo. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design