Resenha: Por Lugares Incríveis - Jennifer Niven

Iaeee povo! Tranquilo? Hoje tem mais uma resenha e dessa vez irei falar sobre um livro que está estourando em toda a blogosfera/vlogosfera literária. Sigam-me e venham para Lugares Incríveis.

Título: Por Lugares Incríveis
Título Original: All The Bright Places
Páginas: 336
Autor(a): Jennifer Niven
Editora: Seguinte
Ano de Publicação: 2015

Avaliação:

Capa: 5/5
Diagramação: 4.5/5
Obra Completa: 4/5


Violet Markey tinha uma vida perfeita, mas todos os seus planos deixam de fazer sentido quando ela e a irmã sofrem um acidente de carro e apenas Violet sobrevive. Sentindo-se culpada pelo que aconteceu, a garota se afasta de todos e tenta descobrir como seguir em frente. Theodore Finch é o esquisito da escola, perseguido pelos valentões e obrigado a lidar com longos períodos de depressão, o pai violento e a apatia do resto da família.
Enquanto Violet conta os dias para o fim das aulas, quando poderá ir embora da cidadezinha onde mora, Finch pesquisa diferentes métodos de suicídio e imagina se conseguiria levar algum deles adiante. Em uma dessas tentativas, ele vai parar no alto da torre da escola e, para sua surpresa, encontra Violet, também prestes a pular. Um ajuda o outro a sair dali, e eles se unem para fazer um trabalho de geografia: visitar os lugares incríveis do estado onde moram. Nessas andanças, Finch encontra em Violet alguém com quem finalmente pode ser ele mesmo, e a garota para de contar os dias e passa a vivê-los.



RESUMO

Theodore Finch é uma pessoa definitivamente estranha. Ele é zoado e, ao mesmo tempo, é popular na escola. Seu jeito enigmático e reservado chama a atenção de todos, porém Theodore não se sente nenhum pouco especial. Um dia quando decidi se matar no alto da torre do sino da escola (de novo) ele encontra Violet Markey, uma garota popular e aparentemente esnobe. O que Theodore não sabe é que ela é bem mais do que aparenta.

Violet Markey era uma garota comum, mas isso mudou após a morte de sua amada irmã Eleanor. Agora, Violet não vive, ela conta os dias que vão se passando sem nenhuma expectativa. Parou de escrever, namorar, conversar, rir. Parou de viver! Após ser salva por Theodore (no alto da torre do sino) ela começa a se perguntar o porquê daquele estranho ter a salvo e a se perguntar quem realmente é ele.

Entre “tapas e beijos” os dois finalmente começam a se conhecer e descobrem um faz super bem ao outro. O gosto pela vida começa a retornar aos corações de Theodore e Violet e tudo começa a dar certo. Mas até quando?
OPINIÃO
Por Lugares Incríveis é um clássico exemplo de livro “vírus”. Ou seja, vai se espalhando e quando menos se espera já está na boca do povo. Depois de tanto ouvir falar sobre o livro eu o solicitei com a editora. Ok! Confesso que as expectativas até estavam altas, mas nada muito absurdo. Porém, gostei muito do livro. AMÉM!

Mesmo a premissa inicial do livro me lembrando de outros “vírus” como: A culpa é das estrelas, As vantagens de ser invisível, Cartas de amor aos mortos e etc. O livro conseguiu inovar e me surpreender. Jennifer Niven provou ser capaz de construir uma relação bidimensional e profunda através de dois personagens com sentimentos e questionamentos aparentemente igualitários. O modo como ela trabalhou a melhora desses personagens através deles mesmos foi incrível. O leitor enxerga facilmente que ambos se completam e a autora vai moldando magistralmente esse sentimento de complacência.

“Imagino Violet em casa, do outro lado do computador, a boca perfeita esboçando um leve sorriso para a tela, apesar de tudo. Violet sorrindo. De olho no computador, pego a guitarra, começo a inventar palavras, a melodia logo em seguida.
Ainda estou aqui, e sou grato por isso, porque senão perderia este momento. Às vezes é bom estar desperto.”

O livro é narrado em 1 ° pessoa pelo ponto de vista tanto de Violet quanto de Theodore. Foi incrível! Entender o lado de ambos os personagens foi uma experiência ainda mais intensa e gratificante. Todos os dois estavam abalados psicologicamente e a sutileza e a verossimilhança usada pela autora para demonstrar tal falto surpreende novamente. Apeguei-me de uma maneira brutal a Violet e a Theodore. Consegui enxergar nos dois um pouco de mim e o romance a qual estavam envolvidos me inundou de uma intensa felicidade. Jennifer Niven, você  é fera!

Falando em personagens, sinto que preciso comentar sobre eles com vocês. O interessante desse livro é que nenhum personagem tem, de fato, tanta importância quanto ao casal protagonista. Quer dizer, é claro que alguns são importantes para o desenrolar da trama, mas eles estão ali para cumprir um propósito: dar ritmo e sentimentalismo ao livro. Cada um possui uma fragilidade incrivelmente bem desenvolvida. Por isso achei a narrativa da autora sensacional. Jennifer passeia pelos sentimentos de seus personagens rápida, porém, brilhantemente. Sua narrativa consegue dar forma as coisas mais simples, assim fazendo-nos viajar além dos limites que as páginas permitem.

"Ela é oxigênio, carbono, hidrogênio, nitrogênio, cálcio e fósforo. Os mesmos elementos que estão dentro de todos nós, mas não consigo parar de pensar que ela é mais que isso e que tem outros elementos dos quais ninguém nunca ouviu falar, que a tornam diferente de todas as outras pessoas."

Talvez, o maior problema do livro seja o ritmo. Não que a narrativa da autora seja maçante, pelo contrário, é deliciosa, mas em um determinado ponto do livro a história perde o ritmo e até mesmo o foco, foi aí que alguns defeitos surgiram. Achei o clamor e o desespero dos personagens – principalmente de Finch – dramáticos demais. Tudo bem, eu sou humano e sei o quanto a depressão ou outros problemas psicológicos atingem a pessoa, mas não consegui deixar de me perguntar... Será que é pra tanto? Além disso, algumas páginas poderiam ter sido facilmente retiradas do livro e alguns elementos não tão bem desenvolvidos poderiam ter ficado de fora da história.

Só consigo parabenizar a autora pela riqueza dos detalhes e pela ampla pesquisa realizada pela mesma. Os lugares visitados por Violet e Theodore são realmente incríveis, apesar de simples. Não pude evitar fazer aquele pedido impossível a minha mãe: “MÃE, BORA PRA INDIANA?”. Ok! Sei que isso nunca aconteceria, mas não custa tentar e, além disso, que adicione Indiana a minha lista de “futuros lugares a visitar”.

"O problema das pessoas é que elas esquecem que na maior parte do tempo o que importa são as pequenas coisas. Todo mundo está tão ocupado no Lugar de Esperar."

Gostei muito da edição criada pela editora Seguinte! Creio que não preciso elogiar a capa, pois ela própria já é um autoelogio (*ba dum ts*). A folha é simples, mas de qualidade. Só não gostei muito da fonte usada para o livro (achei simples demais). A revisão, apesar de boa, deixou escapar alguns erros, mas nada que atrapalhe a leitura. Sim, é uma edição que merece ser parabenizada.

"Nem sempre podemos enxergar o que os outros não querem que a gente veja."

O que dizer do final? Custei acreditar! Um acontecimento X foi relativamente “finalizado” depois da metade do livro, mas não como eu esperava. Fiquei bem decepcionado e triste, porém a autora me deu um tapa na cara após realmente finalizá-lo de maneira impecável. O que foi aquilo? Infelizmente não posso dar spoilers, mas adianto a vocês que o final é destruidor. Mas sim, eu gostei!

Por Lugares Incríveis é um livro raro e sensível. A autora passeia pelos sentimentos dos personagens assim completando a história dos verdadeiros protagonistas. Apesar de não ser perfeito o livro tem muito mais acertos que erros e te fará refletir e questionar o sentido da vida e o que você está fazendo com ela. Irei demorar a esquecer de Violet e Theodore e já posso dizer em auto e bom som: quero ir HOJE pra Indiana. LEIA!

PS: VAI TER FILME!!!!!!

Beijo e Abraço.

3 comentários:

  1. Oiee

    Estou para ler esse livro mas ainda não consegui, espero gostar só de ter um dos assuntos sobre suicídio já me deixa ansiosa pois amo esse tema em livros.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Quero muito ler esse livro, ele parece ser incrível e todos falam de sua sensibilidade, sem falar que o mesmo trata de um tema interessantíssimo! Quero MUITO ler.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. OMG, preciso ler esse livro para ontem mesmo. Logo que comecei a ouvir os comentários positivos fiquei meio indecisa quanto a leitura desse livro. Penso que ao ler poderia ser uma grande decepção, mas pelo visto o livro parece ser muito bom. Além de achar a capa encantadora, parece que a autora fez um bom trabalho com o enredo. Bom saber que não é decepcionante como Mentirosos foi.
    Tudo que Motiva

    ResponderExcluir

Heey!

Agradecemos pela visita. O que achou do post? Compartilha sua opinião conosco. Obrigado :)

Eu vivo lendo. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design