Resenha: Os 13 Porquês - Jay Asher

29 de novembro de 2014

Olá pessoal, tudo bem? Estou muito feliz pela recepção da minha resenha de The 100 que conseguiu ótimos números de visualizações (obrigada). Hoje a resenha é de um livro bem mais polêmico e deverás elogiado. Vamos lá:
COMPRE O LIVRO: SARAIVA

Título: Os 13 porquês
Título Original: Thirteen Reasons Why
Páginas: 256
Autor(a): Jay Asher
Editora: Atica 
Gênero: Romance
Ano de Publicação: 2009

Avaliação:
Capa: 5/5
Diagramação: 5/5
Obra completa: 5/5



Sinopse: Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker - uma colega de classe e antiga paquera -, que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar.
Resumo:
Hannah, infelizmente, esta passando por uma situação difícil: Bullying. São 13 motivos que a levaram ao ato de cometer suicídio. São 7 fitas gravadas e cada fita tem o lado A e B. As fitas foram passando de mão em mão por todas as pessoas que a fizeram sofrer. Até que sem mais nem menos chegou até Clay. A missão dele é escutar todas as fitas até descobrir o motivo por estar nelas.
Opinião:
É muito raro eu ler um livro e dizer: "Este é o meu preferido". Mas foi diferente com Os 13 porquês. Você percebe que o livro é excelente e atende todas suas expectativas quando além de ser uma ótima leitura, passa uma lição de moral e te faz refletir sobre a vida. Refletir de como deixamos passar despercebido pequenos detalhes que são significantes. É um livro que trata como principal assunto o BULLYING, mas aborda outros, tais como: abuso sexual, sociopatia e depressão.
A narrativa é intercalada entre as fitas e os pensamentos de Clay, assim podemos conhecer Hannah no ponto de vista dela e dos outros. Até então, as questões ficam no ar: "Quem é Clay?" "Por que a estória foi narrada por ele?".
"Recebi um pacote de fitas cassete pelo correio hoje, de uma garota que se matou. Parece que eu tive alguma coisa a ver com isso."
Hannah era totalmente popular, sociável e aos olhos de Clay era linda. Mas, depois de todas as decepções e magoas, ela virou uma garota depressiva e obcecada pela "morte". A cada página virada é uma agonia. Agonia por querer saber o que está na fita. Agonia por querer chegar logo no final e descobrir qual foi o impacto que Clay teve na vida dela. Sem contar que, a cada frase lida, aumentava a raiva pelos anti-heróis que, na verdade, eram amigos de Hannah e com o passar do tempo demonstraram ser verdadeiros monstros.
Apeguei-me demais ao Clay. Ele é um protagonista totalmente amável. Ele tornou os piores fatos da vida de Hannah justificáveis. Principalmente nas fitas que falavam sobre abuso sexual, e deu para perceber o amor que ele sentia por ela. Clay é o tipo de garoto que não segue os passos dos outros, mas também não segue os dele. Segue os passos da vida!
"Suicídio. Tenho pensado nisso. Não muito a sério, mas tenho pensado nisso."
Como eu havia dito. Clay sempre fora apaixonado por Hannah. Por motivos de medo, ele nunca contou. Ele tinha certa desconfiança dos boatos sobre ela. Não acreditava que eram verdadeiros e nem desacreditava. No decorrer, percebi que houve um amadurecimento da parte dele, no entanto, ele não contou nada a ninguém. Isso talvez tenha sido um jogo do autor para não fecharmos o livro enquanto não descobrir qual foi à atitude dele. Muito inteligente!
"É por isso que, nesse exato momento, sinto tanto ódio. De mim mesmo. Eu mereço estar nessa lista. Porque se eu não tivesse tanto medo dos outros poderia ter falado para Hannah que havia alguém que se importava. E ela poderia estar viva."
O fato é que, nunca podemos prever a forma que vamos afetar a vida de uma pessoa. Cada um ao ler o livro terá uma opinião diferente. Cabe ao leitor decifrar o código, ou as palavras, baseando-se em tudo o que sabe sobre a vida. Cabe a você ir descobrir os 13 motivos que levaram Hannah a cometer suicídio. Cabe a você juntar as peças e ver que para uma pessoa se machucar não precisa ser apenas fisicamente, emocionalmente também. A única pessoa que sabe o que realmente sentia era ela mesma. Os motivos podiam ser fúteis ou não, mas ela sabia.
Recomendo o livro. Valeu super a pena ter lido. Não me arrependi das expectativas criadas, todas foram atendidas. Essa estória foi um grande impacto. A ideia do autor foi inigualável. A narrativa é leve, rápida e a escrita de Jay é simples. O fato de ser intercalada entre pensamentos e fitas não tornou a leitura cansativa.
Beijos e até a próxima!

13 comentários:

  1. Nossa, esse livro, parece ser muito bom. Quero muito ler, parabéns pela resenha.

    http://criativare-leitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Já ouvi tanto e nunca leio! :/
    Beijos,
    http://sen-do-escritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. A ideia do livro é muito boa, porém não gostei tanto, principalmente de algumas atitudes da Hannah. Mas, mesmo assim vale a pena ser lido, pois fala de um assunto que é real e acontece constantemente. Adorei a resenha!

    Beijos!
    livrosdawis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi, Mari, tudo bem?

    Te falar que já vi resenhas muito legais desse livro e sempre eme bate aquela curiosidade de ler também, mas na hora acabo desistindo de comprar. Bom saber que as suas expectativas foram atendidas.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  5. Eu tenho um grande problema em atentar para as personagens, e principalmente, me apegar. Olho mais para o enredo. Li esse livro e gostei pelo fato de mudar nossa visão, trazer um lampejo em nossas consciências e fazer-nos pensar sobre como estamos tratando os outros ao nosso redor.

    Clara
    @clarabsantos
    clarabeatrizsantos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Essa resenha me deixou subindo pelas paredes, esse livro esta na minha lista a tanto tempo que até parei de contar, e eu simplesmente nunca acho pra comprar e sempre espero estar em promoção na internet, acaba que ele nunca vem, mas depois dessa acho que eu vou tomar vergonha na cara e comprar nem que seja sem desconto mesmo haha
    www.naoruiva.com

    ResponderExcluir
  7. Tenho interesse por esse livro desde que li as primeiras resenhas sobre ele. Os temas são pesados, mas acho importante tratá-los em livros para jovens, dar visibilidade ao que acontece com muitas pessoas e tal.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
  8. Oi, Mariana!
    Quero ler esse livro praticamente desde que ele foi lançado, tem uma premissa tão interessante e tão curiosa... Porém, eu sempre me esqueço dele quando vou na livraria e coisa e tal. Mas sua resenha me estimulou a procurá-lo.

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Oi
    Como vai?
    É uma leitura muito interessante, curto mt leituras desse tema e essa foi uma das mais esperadas e melhores.
    Algumas vezes achei a leitura um pouco repetitiva mas tbm recomendo e ótima resenha viu?

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/2014/11/resenha-talvez-um-dia-elisete-duarte.html

    ResponderExcluir
  10. PARABÉNS P/ RESENHA . GABRIEL, EU JÁ TINHA OUVIDO FALAR SOBRE O LIVRO "OS 13 PORQUÊS", MAS NUNCA TINHA LIDO UMA RESENHA P/ SABER DO Q SE FALAVA, GOSTEI MUITO, POIS É UM ROMANCE , MAS FALA SOBRE BULLYING, ABUSO SEXUAL E DEPRESSÃO, FIQUEI MUITO CURIOSA P/ SABER MAIS SOBRE O LIVRO, QUERIA SABER PORQUE HANNAH SE MATOU E MANDOU AS 7 FITAS P/ CLAY, MUITA VONTADE DE LER. AMIGO PARABÉNS ....

    ResponderExcluir
  11. Oiee

    Meu Deus eu preciso ler esse livro, eu amo livro que abordam qualquer coisa sobre suicidio então logo que vi aqui que fala sobre isso me deu mega vontade de sair correndo para comprar esse livro, muito boa a sua resenha adorei e espero gostar muito.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  12. Cara, não gostei não. Ele não é péssimo, mas também não achei tão bom assim. A narrativa do autor não me agradou e aquele final (SPOILER:) foi horrível. Ela decidir se matar só porque o cara não foi atrás dela? Achei muito sem noção. Não me convenceu.

    ResponderExcluir
  13. Oie, tudo bem? Olha, já que você gostou de "Os 13 Porquês", é mais um motivo para conhecer "O Último Adeus". Ele vai ser publicado em junho pela DarkSide Books e ó, é incrível <3 http://www.darksidebooks.com.br/o-ultimo-adeus/

    ResponderExcluir

Heey!

Agradecemos pela visita. O que achou do post? Compartilha sua opinião conosco. Obrigado :)
















EU VIVO LENDO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
DESIGN E DESENVOLVIDO POR SOFISTICADO DESIGN