A Arte de Viver é Debater #7 - A Quantidade Excessiva de Lançamentos Literários

13 de outubro de 2014

Iai leitores, como vão? Hoje é Segunda-Feira e para começar a semana com o pé direito que tal debatermos um pouquinho? O assunto de hoje é sobre lançamentos literários. Let's go!


Nesta coluna darei minha opinião sobre diversos assuntos. Chamarei amigos blogueiros e amigos anônimos para expressar sua opinião e, é claro, conto com a participação dos leitores.




Vocês que acompanham o blog e também outros sites relacionados a livros tem visto o quanto as editoras estão lançando esse ano. Fiz uma pesquisa para escrever esse post e contei meses em que editoras X e Y lançaram mais de 10 livros... E aí? Será que é certo lançar em grande quantidade todo mês? Prejudica os leitores?

Todo mês, nós blogueiros, costumamos receber um recado das editoras por e-mail contando pra gente o que será lançado e etc. Às vezes de cinco lançamentos eu gosto de um ou dois. Claro que gosto cada um tem o seu, mas será que as editoras não estão errando na hora de escolher o que publicar? 

Quando um autor é muito consagrado e cai na boca do povo, é certo que a editora responsável pela primeira publicação de seu livro irá comprar os direitos de todas as outras obras. O errado já começa aí. É um desespero sem necessidade!

Acontesse!!!!

Lançamentos demais não são sinônimos de lucro maior. Que editora nunca lançou um livro que não vendeu nem a primeira tiragem? É comum isso acontecer. Creio que falta um pouco de estudo por parte das editoras de o que realmente é certo lançar e elas também devem analisar outras obras parecidas com aquela. Se um romance X não deu certo, qual a esperança de que um romance praticamente idêntico venda? A capa? Não, não, não... Há algo de errado nessa história.

O maior reflexo desse exagero de lançamentos no mercado editorial são as edições mal feitas. Quem nunca se deparou com um livro mal revisado? É triste, não é mesmo? Sem contar quando o livro possui dois, três, quatro revisores e chega em péssimo estado as livrarias. A pressa para lançar determinadas obras prejudica muito à edição. Não basta só a capa ser bonita. É importante que a diagramação e revisão faça jus ao design da capa. Infelizmente, isso não está acontecendo.

Em geral, eu digo que não concordo com a atual situação das editoras. Para mim, o lançamento de três livros por mês já está de bom tamanho. É óbvio que elas visam o lucro e o reconhecimento por parte de órgãos maiores. Mas será que lançando do jeito que estão irão alcançar esse objetivo? 

Leia agora algumas opiniões sobre o assunto:

Luiz Gustavo: Encontre-o no Facebook.

O propósito de editoras é vender e para isso elas estudam quais são os gêneros que o público mais está gostando. O problema é que muitas vezes dão ênfase nesses livros que aparentemente irão vender horrores e acabam não olhando muito a qualidade da escrita. Isso faz com que bons autores não sejam conhecidos, pois as próprias editoras ficam cegas pelo interesse no dinheiro e nada mais.

Carlos Eduardo: Encontre-o no Facebook.

Particularmente acho que as editoras deveriam focar mais em qualidade... Essas editoras mais populares, por exemplo. Acho sim que elas fazem muitos lançamentos com qualidades duvidosas, enquanto poderiam focar mais em qualidade do que em quantidade, tanto nas edições quanto na história. Creio que uma maior interação criaria um vínculo maior com os leitores.

Izabelli Carvalho: Encontre-a no Facebook.

As editoras estão publicando tantos livros que estão se esquecendo de manter a boa e velha qualidade. Livros com materiais de péssima qualidade, tinta das impressões dificultando a leitura. Mas uma coisa que me choca muito são livros com erros ortográficos. São tantos livros para serem vendidos que fica complicado escolher, mas com toda a sinceridade de leitora a leitor/a. Entre um autor consagrado e um autor desconhecido, qual você vai escolher para ler à sinopse primeiro? Essa pode ser uma das explicações para essa gama de lançamentos.

E vocês pessoal. O que acham disso? Comentem!

9 comentários:

  1. Oi Gabriel..
    Verdade, já me deparei com vários livros mal revisados.. nossa, é ruim viu.
    Mas nunca parei para pensar por esse lado, que eles ficam mesmo desesperados para publicar, porque o primeiro livro do autor fez sucesso.
    Adorei o post.

    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Fica difícil assim né?
    Sinceramente, não posso ler todos os livros, mas sempre escolho algum lançamento de cada editora para ler.
    O objetivo deles é vender e ponto.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  3. Lindãoooo, que saudade de vir por aqui!!!
    Então, eu também acho que as vezes eles publicam desnecessariamente. Mas tem muito esse lance de mercado e lucro.
    Uma editora pequena, como a Única, por exemplo, costuma publicar um único livro de ficção no mês. É o que eles podem lançar, então é o que teremos deles naquele mês.
    Mas tem editoras que são grandes a beça, como a NC, e dificilmente publicam poucos livros no mês. Como ouvi uma vez: eles podem!
    Tem editoras que acho muito inteligente no seu catálogo, como a Arqueiro, por exemplo. Eles costumam ter um gênero que é próprio, o policial, e não tem um mês que não saia nada nesse gênero. É tanto que quem gosta de policial certamente tem livros da Arqueiro na estante e já vai direto na editora quando querem mais. Contudo também está vindo com uma quantidade interessante de livros para mulheres. Acho que a equipe de marketing da editora sabe selecionar os lançamentos, que podem não ser melhores, mas são condizentes com a proposta da editora.
    Vejo Rocco lançar tanta merda, e é uma das maiores daqui, além de super cara. Quer dizer... cadê a pesquisa ai filho? Putz!
    Eu antes de comprar um livro pesquiso muito sobre ele. Skoob, Goodreads, sites internacionais. Só ai compro. Se eu for atrás de tudo o que sai de uma única editora, vou me ferrar financeiramente e posso não ler nem a metade.
    Tem porcaria em todas elas, principalmente por causa das modinhas - não aguento mais livro erótico. Mas é o que vende, e eles estão tocando foda-se pra se você gosta ou não, já que 70% do público quer "molhar a calcinha" com a aparição de um personagem masculino. Argh!
    Mas é isso ai. Acho que escrevi demais. ahuahauhau. Adorei a polêmica!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Editoras = business
    Uma editora só sobrevive de vendas.

    ResponderExcluir
  5. Oláa!
    O que realmente me incomoda é quando vejo que a editora acaba se preocupando em trazer tantos lançamentos mas esquecem da qualidade do livro. O problema que você mencionou da revisão é um deles, mas o maior ainda é quando os livros não são novidade, no sentido de serem histórias tão parecidas com outros já lançados, que de 5 lançamentos, a gente só consegue realmente se interessar por um.
    A parte ruim de muita coisa lançada ao mesmo tempo, de ter mais de 5 lançamentos por editora por mês, é que como blogueira e leitora me deixa uma bagunça! hahaha. Eu quero trazer novidade pra galera, resenhas de livro atuais, mas com tanta novidade fica complicado acompanhar, e como leitora, sempre fico com uma infinita lista que nunca consigo nem ler a metade do quero! rs

    Ótimo post! =]

    Beijos,
    Fer - http://viciosemtres.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oiee

    Já me deparei com vários livros mal revisados mas creio que não seja pelo fato de lançarem muitos livros no mês e sim culpa do revisor e de quem cuida dessa parte, e não acho que tenha como as editoras nunca deixarem de errar até porque são vários livros que precisam vender e serem lançados quando é um ou outro que tem erro dá para relevar numa boa, mas agora tem editora que todos os livros costumam ter erro de revisão e/ou digitação o que acho que perde a identidade.

    Mas errar na revisão e lançar muitos livros são assuntos diferentes não acredito que seja esse o fator principal para ter erros nos livros.

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  7. as editoras estão , preocupadas em vender , q ñ se vem q estragam o livro a leitura só para terem mais lucros, fico com dó dos escritores q escrevem com tanto carinho p/ nós e as editoras só pensam em dinheiro.

    ResponderExcluir
  8. Se quer saber só fico frustada com esse numero enorme de lançamentos. Se for ver quantas editoras temos e somar os lançamentos de todas, vai dar mais de 50 livros. E mesmo tirando como você disse, não nos interessamos por todos, ainda assim dá ai bem uns 10 livros que me interessam. E como vou fazer para comprar tudo isso no mês? Mas concordo com o comentário acima, dinheiro é a questão de tudo infelizmente.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?

    Já encontrei alguns livros mal revisados, mas isso não é culpa do escritor, mas sim da editora, que está mais preocupada em vender do que revisar.
    Verdade, as editoras estão lançando muitos livros, e muito deles são de auto-ajuda, pois estamos vivendo uma crise na sociedade do que é ajudar o outro, e as pessoas não exergam isso, então as pessoas vão em busca de outros meios buscar isso, como livros de auto ajuda.
    Eles deveriam ter um certo fichário a ser comprido, mas acho que tem, só que eles nem seguem. Vai chegar um momento, ou já deve esta acontecendo de ter livros que manipularam as pessoas, como meios de comunicação que vemos por aí.
    Muito bom o texto, temos que debater mesmo, pois paz sem voz, é medo! Até mais.

    http://respirepalavras.blogspot.com.br/

    Abraços, Henrique.

    ResponderExcluir

Heey!

Agradecemos pela visita. O que achou do post? Compartilha sua opinião conosco. Obrigado :)
















EU VIVO LENDO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
DESIGN E DESENVOLVIDO POR SOFISTICADO DESIGN