Resenha: Misery - Stephen King

8 de setembro de 2014

Olá pessoal, beleza? Aproveitando o clima que está chuvoso e um pouco frio, decidi trazer a resenha de um livro bastante medonho. Confira o que achei de um dos clássicos do mestre do terror.

"Além da capacidade de aterrorizar os leitores, King tem um entendimento profundo sobre o próprio ato de escrever. Nós nos deliciamos com o seu virtuosismo."
                                                         Washington Post


Título: Misery
Páginas:
Autor(a): Stephen King
Editora: Suma de Letras
Gênero: Terror
Ano de Publicação: 1987

Avaliação:

Capa: 5/5
Diagramação: 5/5
Obra Completa: 4,5/5 (Favorito)

Compre: SARAIVA.




Sinopse: Paul Sheldon descobriu três coisas quase simultaneamente, uns dez dias após emergir da nuvem escura. A primeira foi que Annie Wilkes tinha bastante analgésico. A segunda, que ela era viciada em analgésicos. A terceira foi que Annie Wilkes era perigosamente louca. Paul Sheldon é um famoso escritor reconhecido pela série de best-sellers protagonizados por Misery Chastain. No dia em que termina de escrever um novo manuscrito, decide sair para comemorar, apesar da forte nevasca. Após derrapar e sofrer um grave acidente de carro, Paul é resgatado pela enfermeira aposentada Annie Wilkes, que surge em seu caminho. A simpática senhora é também uma leitora voraz que se autointitula a fã número um do autor. No entanto, o desfecho do último livro com a personagem Misery desperta na enfermeira seu lado mais sádico e psicótico. Profundamente abalada, Annie o isola em um quarto e inicia uma série de torturas e ameaças, que só chegará ao fim quando ele reescrever a narrativa com o final que ela considera apropriado. Ferido e debilitado, em 'Misery - Louca obsessão', Paul Sheldon terá que usar toda a criatividade para salvar a própria vida e, talvez, escapar deste pesadelo.

Resumo:

Paul Sheldon é um escritor famoso e respeitado em todo o mundo. Sua série de livros Misery é fenômeno no mundo todo. Um dia o escritor que estava em um hotel terminando um novo livro sofre um trágico acidente de carro devido a grande nevasca. Felizmente, ele é salvo, ou melhor, infelizmente.

Annie Wilkes é a fã número 1 de Paul. Ela é ex-enfermeira e foi a responsável por tirar Paul daquela situação. Annie adora tudo o que o escritor escreveu e mantem uma ótima relação com ele. Os dois começam a conversar e ela vê nos olhos de seu ídolo uma linda gratidão. Tudo podia ficar bem, mas a loucura de Annie começa a se manifestar.

Depois de algum tempo nas mãos da louca Annie Wilkes, o escritor já desesperado começa a tentar de qualquer jeito se livrar daquela situação, mas nada é fácil perto de Annie. Será que Paul conseguirá escapar daquela situação? As torturas irão continuar? Ele vai sobreviver?

Opinião:

Eu nunca tinha lido nada de Stephen King e confesso que fiquei com bastante medo de me decepcionar com a primeira experiência com o autor. Mas, felizmente, só tenho elogios a acrescentar a essa incrível obra.

Iniciei a leitura de maneira despretensiosa e cautelosa. Com base em alguns depoimentos de amigos, sabia que King gosta de enganar o leitor e dar algumas pistas falsas. Misery não é tão confuso assim, mas é cruel. Annie é tão maluca que faz você ficar apreensivo a cada instante. Cada página é uma experiência diferente e nunca se sabe o que ela fará. O pior é que eu gostei de Annie em alguns momentos, por isso digo que King é cruel. 
"E a outra voz retornou imediatamente: Eu não sei se Deus vai ajudar ou atrapalhar, mas sei de uma coisa: se você não der um jeito de ressuscitar Misery de um modo que Annie possa acreditar, ela vai matar você."
A narrativa de King é fluída, mas eu não digo que é 100% rápida. O leitor terá que fazer um pouco mais de esforço para conseguir entender aquilo que ele quer passar. Não nego que a história criada por ele é magnífica, mas fiquei um pouco incomodado em alguns momentos. Ele começa a contar a história de Misery, o livro que o personagem principal escreve e eu achei meio monótona os trechos em que ele desenvolve essa história dentro do seu próprio enredo. Por isso, descontei uma parcela de pontos da nota máxima.

Notei a facilidade de King para narrar cenas cruéis. Converso com muita gente que é fã dele e todos dizem que Misery é fraco comparado a certas obras do autor (medo). Se você estiver procurando algo extremamente cruel, não irá encontrar. É claro que Annie é macabra e dá medo, só que não chega a ser uma personagem que vai tirar seu sono. Esse livro é mais psicológico do que amedrontador.
"Escrever um livro é como disparar um míssil intercontinental... mas um que viaja no tempo em vez de no espaço. O tempo do livro em que os personagens vivem e o tempo real onde vive o escritor."
Não tenho muito que comentar sobre a edição, apenas que está perfeita. A editora está fazendo um incrível trabalho em cima das obras de King e, é claro, eu não podia deixar de comentar isso aqui. Diagramação, revisão, design. Perfeito! Parabéns Suma de Letras.

Já não sei mais o que falar sobre o livro, portanto, está na hora de encerrar a resenha. Misery é: sagaz, amedrontador, bem escrito, bem elaborado, bem amarrado. Ás vezes até te faz dar umas risadas com a loucura de Annie. Eu recomendo com toda a certeza, não fiquei com medo, pois ele não é tão pesado. Se lerei outras coisas de Stephen King? Já comprei It - A Coisa.

19 comentários:

  1. Nossa!
    Adorei a profundidade da sua resenha!
    Com certeza já vai para a minha lista!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  2. Nunca li nenhum livro do Stephen King e ainda não conhecia esse. Só conheço os mais famosos dele e espero ter a oportunidade de ler mais livros de terror em breve. Gostei bastante do blog e já estou seguindo!

    http://blogityours.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. É bom vir ao seu blog, ver e ler o que está publicando,só posso agradecer pelos textos,
    com que nos presentei-a,e posso dizer que tem aqui um agradável blog,
    desejo que tenha muita saúde e com muita paz.
    Deixo as minhas saudações, com desejo de muitas felicidades.
    Sou António Batalha.
    Do Peregrino E Servo.

    ResponderExcluir
  4. Oiee

    Esse é um autor que sai totalmente da minha zona de conforto não curto nenhum pouco livros que fazem sentir medo, para você talvez foi leve mas para mim com certeza acharia sinistro e morro de medo mesmo kkkk mas que bom que gostou e já comprou até outro!

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  5. Olá Guilherme,

    Alguém ja me falou que Stephen King é cruel em seus livros. Li "Zona Morta" e pude reconhecer esse fato, haha. A leitura é praticamente enlouquecedora, mas muito satisfatória. Lembro que, quase larguei o livro logo no início pelo fato de uma narração me incomodar bastante. Mas bem, não havia lido nenhuma resenha sobre esse livro e fiquei com muita vontade de lê-lo, pois é bem diferente do que eu estou lendo ultimamente.

    Adorei a resenha! Beijos - Tão doce e tão amarga.




    ResponderExcluir
  6. já li muitos livros de STEPHEN KING, vc fez uma resenha muito legal , gosto desse tipo de livro, terror etc, mas vc falou do autor como se conhecesse os outros livros q escreveu , eu já tinha colocado este livro na minha lista . agora vou tentar dar prioridade a ele , tua resenha me aguçou a curiosidade, parabéns, Guilherme.

    ResponderExcluir
  7. Oi Gabriel! Eu acho que entendo você quando diz que a narrativa dele é fluida, mas não tanto; tenho a impressão de que ele é como a Jodi Picoult, que tem momentos em que você não consegue parar de ler e outros momentos em que tudo o que você quer fazer é parar de ler! Haha. Fico feliz que a sua primeira experiência com o King tenha sido boa, a minha ainda não chegou, mas espero que seja tão boa quato a sua!
    Abraços,
    Gabriel

    www.letrasdepijamas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Oi Gabriel!
    Gostei da sua resenha, apesar de nunca ter lido nada do Stephen. Acho que terror não é pra mim.
    Bjuu,
    http://orocardovento.blogspot.com.br/?m=1

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pela resenha Gabriel! Já li Misery e curti bastante. Abraço!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  10. Gabriel.
    Esse é um livro que eu sou louco por ler. Ainda não li nada do King, apesar de ser fã assumido dos seus filmes. '-'
    Imagino como deve ser a facilidade nessas cenas e se Misery consegue ser fraco, pense só os outros? :O
    Acho o enredo desse livro bem interessante e quero muito ler. Amei sua resenha :3

    Abraços
    Adriano
    GeraçãoLeitura.com || http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Biel! O primeiro livro que li do mestre King foi também o Angústia - Misery! Eu amo demais esse livro, foi o melhor que eu li o ano passado, depois dele só li mais uma obra do ator e posso dizer que foi mais impactante, mas Misery já ganhou o seu espaço no meu coração. Bom, não acho que Misery é fraco, só não tem coisas sobrenaturais. Curti a resenha. Abraços.

    http://gabryelfellipeealgo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Olá Gabriel!

    Confesso que não posso ler os livros do Stephen King, rsrs. Por mais que ame a escrita dele, fico algumas semanas sem dormir por causa da leitura (sim, sou medrosa demais!). Fiquei com medo até do Carrie, A Estranha! Como pode? rsrs. Mas adorei a sua resenha :D

    Beijos,
    Ana M.
    www.vicioemlivros.com

    ResponderExcluir
  13. Olá

    Ganhei esse livro de aniversário e tenho quase certeza que vou gostar, acho a escrita do King cativante embora todos os livros que já peguei pra ler dele eu não tenha chego até o fim. Estou lendo Sob a Redoma no momento e acho que pegarei Misery logo em seguida.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  14. Tenho uma relação de amor e ódio com o autor. Tem alguns livros que amo e outros que odeio. Nos últimos que li não dei sorte, foram muito chatos e cansativos pra caramba. Acho que nada supera O iluminado, mas é um autor que vale a pena ser lido sim. Esse ainda não li e espero gostar.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  15. KING!!
    Li esse livro em e-book, e virou meu favorito, minha vilã favorita e foi uma das poucas vezes que eu fiquei muito agoniado lendo algo do King.
    Ótima resenha!

    Abraços
    http://resenhascompan.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Tenho uma baita curiosidade em ler algo do King e sua resenha me deixou bem curiosa com esse livro e com essa opinião super elogiosa à essa edição e obra, meu interesse só aumentou *-*

    Beijos
    http://mon-autre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Oi, Gabriel. Tudo bem?
    Então, cara. O King é demais mesmo, hein? Dele só li Carrie, mas já pude perceber o quanto ele é literalmente o mestre do gênero. Ele tem um jeito próprio de imprimir um terror psicológico que transpassa os limites do puramente irreal. Ele mexe com mexe com a cabeça do leitor de um jeito bem... 'Louco'. Hahaha
    Quero muito ler Misery. Parece ser uma grande obra.

    Abs,
    Ronaldo Gomes
    livrosobrelivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Nunca li nada do King, mas morro de vontade não sei na verdade por qual começar. Sobre a resenha só posso dizer: Ual
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Parabéns pelo blog, você eliminou uma dúvida que eu tinha sobre a obra.

    http://desencaixados.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Heey!

Agradecemos pela visita. O que achou do post? Compartilha sua opinião conosco. Obrigado :)
















EU VIVO LENDO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.
DESIGN E DESENVOLVIDO POR SOFISTICADO DESIGN