Resenha: A Lista Negra - Jennifer Brown

Olá pessoal, como vão? A resenha de hoje será especial, pois falarei sobre um livro que me tocou muito e me fez pensar mais sobre a vida. Confira!

Saiba mais sobre Jennifer Brown: Aqui!


Título: A Lista Negra
Título Original: Hate List
Páginas: 272
Autor(a): Jennifer Brown
Editora: Gutenberg
Gênero: Drama/YA
Ano de Publicação: 2009

Avaliação:

Capa: 5/5
Diagramação: 5/5
Obra Completa: 5/5 (Favorito)





Valerie sofre bullying. Fica calada a maior parte do tempo e é obrigada a aguentar todo aquele sofrimento só, pois já está quase sem amigos. Um dia um novo aluno chega ao colégio, o nome dele é Nick e, coincidentemente, também vira alvo de bullying pelos alunos da escola Garvin. Já é de se esperar que os dois se aproximassem e essa aproximação acontece, querendo ou não, por causa da violência e exclusão sofrida pelos dois.

Nick e Valerie vão se aproximando cada vez mais e ela mostra a ele A Lista Negra, um caderno na qual ela anota o nome das pessoas que mais odeia. Certo dia, Nick pergunta para Valerie se ela gostaria de ver aquelas pessoas mortas, ela pensa em responder não, mas acaba dizendo que sim, sendo que na verdade, não gostaria que tal coisa ocorresse.

Certo dia Nick entra armado no colégio e mata todas as pessoas mencionadas na lista de Valerie. Estando no ocorrido, ela tenta parar com aquilo e acaba entrando na frente da arma e levando um tiro, acidentalmente acaba salvando a vida da garota que mais odeia. Nick se mata e logo depois Valerie fica inconsciente.

Ao acordar, Valerie percebe que está no hospital e com a ajuda de sua mãe começa a lembrar-se de tudo o que aconteceu naquele dia, mas o destino não perdoa e Valerie começa a ser taxada de mandante do crime. O que fazer? Como viver com essa incerteza? Os outros entenderão o seu lado?

Opinião:

Li poucos livros que abordam o bullying, por isso estava ansioso para descobrir o que a leitura de A Lista Negra iria me render. Sabe o que rendeu? Admiração, Reflexão e Tristeza. 

Iniciei a leitura desse livro com muitas expectativas, pois li ele por indicação da Pâm do blog Garota It. Como leitor, sei que é errado criar expectativas, independentemente da obra. Ainda bem que não fui prejudicado por aquilo que criei, ao contrário, me surpreendi e só tive a ganhar com essa experiência. 

Jennifer Brown tem uma narrativa diferente, pois não segue uma linha de tempo definida em sua obra. O livro é em 1° pessoa e se divide em: Passado e Presente. Como assim? Alguns capítulos irão relatar o relacionamento de Nick e Valerie antes do atentado na escola, já outros (a maioria) irão retratar como Valerie está depois de tudo o que aconteceu. Achei a ideia da autora genial, pois assim o leitor pode entender os motivos da protagonista e o que a levou ao estado de culpa descomunal. 

“E foi assim que começou a famosa Lista Negra: como uma piada. Uma forma de descarregar a frustração. No entanto, ela acabou se transformando em algo que eu nem imaginava”

Os personagens criados por Jennifer são complexos e exploram a perversidade e natureza humana em todos os sentidos. O leitor torce, chora, ri com Valerie e se choca com as barbaridades a qual ela é submetida. A Lista Negra mostra que o bullying é coisa séria e pode acabar desencadeando outro tipo de comportamento. É ficção, mas com um toque de realidade moderada.

Fiquei comovido e, ao mesmo tempo, pude refletir com o estado em que Valerie ficou. Ela se culpa e tenta entender o motivo de ser do jeito que é, mas ao longo do livro as respostas são dadas simultaneamente e suas descobertas são as revelações esperadas por quem lê o livro, assim fazendo com que cada descoberta seja uma surpresa. Uma perspicácia incrível de uma autora sensata e direta.

"Eu tinha mudado a mamãe. Mudado seu papel de mãe. Seu propósito não era mais tão fácil e claro como tinha sido no dia em que nasci. Seu papel não era mais me proteger do resto do mundo. Agora, seu papel era proteger o resto do mundo de mim.
     E isso era injusto demais."

Mesmo sendo 5 estrelas, A Lista Negra me decepcionou em um aspecto pessoal e não seria justo que eu descontasse nota do livro por algo pessoal . Correto? Se eu fosse Jennifer teria colocado a visão de Nick das coisas, pois assim o leitor poderia entender ainda melhor o motivo de aquilo tudo ter acontecido. Em alguns momentos achei que faltaram justificativas para o que Nick tinha feito, mas entendo o posicionamento da autora. É algo irrelevante, mas como sou chato tive que comentar.

A edição está FANTÁSTICA! A capa é trabalhada nos mínimos detalhes e se mostra de uma criatividade inegável, dando um banho nas capas internacionais, que em minha opinião são feias. Não tenho nada a reclamar da diagramação, os capítulos começam com uma introdução de cada vítima do massacre, coisa que achei genial e a folha é grossa e diferente da usada em edições convencionais. Tudo está perfeito. Parabéns Gutenberg!

"As pessoas fazem isso o tempo todo - acham que "sabem" o que está se passando na cabeça de alguém. Isso é impossível. É um erro achar isso. Um erro muito grande. Um erro que, se você não tiver cuidado, pode arruinar sua vida."

A Lista Negra é uma obra bem estruturada, forte e com diálogos construtivos e tensos. A autora soube trabalhar com os seus personagens, usando eles para desenvolver a história, além de dar uma fluidez incrível à obra. Recomenda-se esse livro para todos os leitores e, principalmente, para aqueles que precisam entender o que se passa na cabeça de uma vítima de bullying.

14 comentários:

  1. Não li muitos livros que abordam o bullying, mas esse parece ser incrível, com uma história bem trabalhada, espero ler e gostar tanto quanto você gostou!
    Parabéns pela resenha, adorei.

    ResponderExcluir
  2. Eu quero ler esse livro, não li nenhum livro sobre bullying, mas acho um tema muito interessante.

    Respondendo ao comentário lá do blog, sim eu jogo sim, principalmente Diablo 3, se você não conhece o game convido você a conhecer e se tu tiver o game me avisa para jogarmos juntos.
    Beijão

    ResponderExcluir
  3. Nossa, parece ser um livro mega pesada, mas muito interessante. Um livro quem sabe para indicar para adolescentes? Já que sou professora....

    Bjs, Michele

    ResponderExcluir
  4. Eu li este livro ano passado e gostei muito. Não achei a minha melhor leitura, mas a história é muito bem construída e é bonito ver o crescimento dos personagens.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Ainda não li esse livro
    Mas parece proporcionar uma leitura bem emocionante

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Oii Gabriel.
    Nossa me impressionei ao longo da sua resenha, primeiro porque pensei que esse fosse um livro meio bobinho, mas quando você acrescentou as mortes, aí eu me interessei.
    Beijos.
    http://www.vicioempaginas.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Gabriel!

    Eu também li e adorei A Lista Negra! Me fez querer correr atrás de outros livros da autora, pois achei sua escrita super fácil e envolvente. Resultado? Cinco estrelinhas e favorito. Acho que nunca vou esquecer da comoção que essa história acendeu em mim.

    Beijão,

    Natalia Leal
    Páginas Encantadas
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Eu gosto muito desses livros que passam uma mensagem para o leitor,parece ter uma história muito marcante mesmo... Gostei muito da resenha,;)
    www.likelivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. Oiee

    Já li esse livro e minha expectativa era super alta mas não curti tanto igual você , esse fato de misturar passado presente me irritou um pouco e eu esperava um pouco mais do livro, mas a mensagem que passa realmente é muito bacana mas não foi um dos melhores livros que li na vida infelizmente,

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  10. Ahhh, eu acho que eu também gostaria de ver a visão de Nick das coisas. Mas talvez também não descontasse pontos por isso. Entendi seu ponto de vista sobre isso.
    Sou doida para ler esse livro desde a Pam também. Ainda não tive a oportunidade de lê-lo, mas está na minha lista há bastante tempo.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Ainda não li nenhum livro que aborde o tema bullying. Super me interessei pra ler esse livro. A história parece ser muito bacana e já vou adicioná-lo à minha listinha de desejados!

    Beijos,
    http://minhacontracapa.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oii, eu comprei esse livro na Bienal do Rio. Ainda não tive a oportunidade de ler, mas comprei com muita vontade mas os livros de parceria estão numa fila enorme que não acaba. Adorei a resenha e espero em breve conseguir ler também. E venho aqui deixar o que achei. Parabéns pela resenha. Beijos

    www.viagem-imaginaria.blogspot. com

    ResponderExcluir
  13. Eu nunca li o livro, mas pela sua resenha fiquei com muita vontade de ler! Você escreve muito bem! Adoro o seu blog e gostaria de ter um igual, parabéns!

    ResponderExcluir
  14. Esse livro é muitoo bom !!
    Tem resenha no meu blog também para quem quiser ver o link é esse: http://cupcake-literario.blogspot.com.br/2014/12/resenha-lista-negra_8.html

    ResponderExcluir

Heey!

Agradecemos pela visita. O que achou do post? Compartilha sua opinião conosco. Obrigado :)

Eu vivo lendo. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design