Pipoca de Sexta #38 - O Impossível

Olá pessoal, como vão? Quem nunca foi dar uma conferida no guia de programação da TV à Cabo e acabou encontrando um filme que interessa-se? Estava zapeando pelos canais Telecine, quando me deparei com "O Impossível". Decidi aguardar e assistir ao filme. Depois de algumas horas o filme estava acabando e eu refletindo. Confira a resenha!

Confira a ficha completa do filme: Aqui!



Título: O Impossível
Gênero: Drama
Elenco: Naomi Watts, Ewan McGregor, Tom Holland e etc.
Distribuidora: PARIS FILMES
Ano de Lançamento: 2012
Nacionalidade: Espanha
Direção: Juan Antonio Bayona

Avaliação:

Elenco: 5/5
Trilha Sonora: 5/5
Obra Completa: 4/5





Sinopse: O casal Maria e Henry está aproveitando as férias de inverno na Tailândia junto com os três filhos pequeno. Mas na manhã de 26 de dezembro de 2004, enquanto curtia aquele paraíso após uma linda noite de Natal, um tsunami de proporções devastadoras atinge o local, arrastando tudo o que encontra pela frente. Separados em dois grupos, a mãe e o filho mais velho vão enfrentar situações desesperadoras para se manterem vivos, enquanto em algum outro lugar, o pai e as duas crianças menores não têm a menor ideia se os outros dois estão vivos. É quando eles começam a viver uma trágica lição de vida, movida pela esperança do reencontro e misturando os mais diversos sentimentos.


Maria e sua família resolveram passar as férias na Tailândia, um lugar que, apesar da pobreza, era belo e chamativo. Na noite após o natal a família decidiu descer para a piscina do luxuoso hotel onde estão hospedados para relaxar, porém uma catástrofe de proporções inimagináveis acaba atingindo-os. Um tsunami.

Eles são pegos pela onda e, a partir daí, Maria se perde de seu marido e dos dois filhos caçulas, mas ainda tem a companhia de Lucas, seu filho mais velho. Muito ferida, Maria é resgatada por uma tribo que vivia nas redondezas e levada ao hospital, onde o caos é total. Pessoas gritando de dor por todos os lados, uma paisagem devastadora.

Do outro lado da Tailândia, está Henry, marido de Maria. Ele está com seus dois filhos caçulas, porém decidi deixá-los em um abrigo e tentar encontrar sua esposa e seu filho mais velho. Mas as coisas pioram, os meninos fogem do abrigo e, novamente, se perdem do pai. O que eles farão? Como se encontrarão? Irão conseguir manter-se salvos?

Opinião:

Fazia um bom tempo que eu não assistia a adaptações que retratassem alguma catástrofe natural, até porque esse gênero não me agrada e, por muitas vezes, me causa dor e agonia. Porém, um bom espectador, se arrisca nas mais variadas vertentes, não é mesmo? Arrisquei-me em O Impossível e não me arrependi.

Logo no começo do filme o telespectador já fica esperando o Tsunami, pois todos sabem que aquilo irá acontecer uma hora ou outra. Parabenizo o diretor, pois não enrolou muito. Já assisti diversos filmes com essa temática, que ficam quase uma hora em busca de apresentar os personagens e o momento vivido, mas esquece de acrescentar logo a ação, que é tão esperada por todos. Em O Impossível, os personagens são apresentados ao público de maneira rápida e totalmente clara. A confusão não existe.
A família unida.
Durante o tsunami, o público é presenteado com um show de efeitos especiais, é algo de arrepiar. Tudo é muito real, faz você pensar em como tudo aquilo pode ser produzido (imagina em 3D). Logo depois do tsunami as coisas não ficam menos incríveis. Uma paisagem devastadora é apresenta ao público, qualquer pessoa que tenha sentimentos, irá se emocionar com tudo aquilo. Não só pela ficção, mas com a consciência de que tudo aconteceu de verdade e, as coisas na vida real, são bem mais trágicas. 
O Amor é maior que a dor.
A trilha sonora do filme está perfeita. O diretor soube encaixar arranjos musicais nas horas certas, fazendo com que ficasse algo harmônico com os sentimentos dos personagens, o que é muito importante para o entendimento do público. Porém, não é necessário música para entender as expressões, quando se tem um elenco desse nível. É inegável o talento da brilhante Naomi Watts, que dá vida a personagem de uma maneira assustadora. Suas caras e bocas lembram nomes como: Angelina Jolie e Johnny Depp. Parabéns!


Criança é achada pelo caminho.
O filme estava perfeito, mas logo começou a desandar. Em um filme que envolve catástrofe natural, é óbvia a presença do drama, até porque, esse é o gênero trabalhado, porém drama excessivo pode prejudicar o desenvolvimento do enredo. Ao longo da obra, o telespectador se cansa de tantos encontros e desencontros que, por muitas vezes, parecem artificiais, pois é uma coisa inverossímil a nossa realidade. Os personagens sofrem muito, a dor é explícita, mas será que todo o lamento e drama durante o filme, não prejudica a apegação do público aos personagens e a história? Fica a dúvida!


"A esperança é a última que morre."
Com poucas falhas e muitos acertos, O Impossível é a escolha ideal para aqueles que procuram histórias mais profundas e dramáticas. Você com certeza irá se emocionar e refletir sobre o modo como somos frágeis e a maneira como estamos à mercê da fúria da natureza, a qual nós próprios destruímos. Recomenda-se sem dúvida. Boa sessão!

                                                                            Confira o Trailer:


29 comentários:

  1. Engraçado que faz pouco tempo que me recomendaram esse filme para ver, fiquei ainda mais curiosa. Gosto de todo tipo de filmes, menos terror. >< Pelos elogios, imagino que vou gostar desse tb!
    http://coisasdebelaa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Fiquei super curioso para assistir esse filme que ainda não tinha visto falar. Eu adoro histórias que não fogem muito da realidade e que me posso ver dentro dela, no lugar dos personagens.
    Adorei a resenha, Gabriel.

    Até mais ver,
    Pedro
    http://decaranasletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Esse filme é sensacional! Quando assisti fiquei bem impactada, mas acabei gostando... quanta superação, né? E tem um final lindo demais <3
    Beijos,
    Renata.
    viciadas-em-livros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá Gabriel tudo bem?
    Bom você sempre visita meu blog e deixa um comentário lá, e eu me senti na obrigação de deixar uns comentários aqui também. Sempre visito seu blog, mas nem sempre tenho tempo para comentar e agora que estou de férias, cá estou eu.
    Esse filme me parece ser bem interessante e deve nos passar uma lição de vida muito bonita, aqui em casa tem e vou ver se dou uma conferida nele. Gosto bastante desses filmes que exploram os sentimentos ao máximo. Gostei da indicação.
    Abraços, Carlos.

    http://blogchuvadeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi,

    já tinha visto o trailer desse filme, parece dramático e tenso demais para mim! Não gosto de histórias de tragédias!

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oiee

    A dica parece muito legal mas não tenho muito costume de ver filmes acredita só quando se baseia em algum livro que já li , mas quem sabe eu resolva assistir algo diferente no fim de semana , dica anotada ;)

    Beijos

    www.livrosechocolatequente.com.br

    ResponderExcluir
  7. Oi. Gabriel!
    Nunca assisti o filme ,mas parece ser bom. Vou assistir! Valeu pela dica!
    Abraços! http://encantosparalelos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Oie, tudo bom?
    Esse filme é muito emocionante e saber que tudo aconteceu mesmo me deixou de coração na mão. Nessas situações extremas cada ser humano tem uma atitude. Mesmo sendo triste eu gostei de assistir o filme.
    Beijos!
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Vi esse filme na escola e é impossível não se emocionar.
    Beijos,
    http://sen-do-escritora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Esse filme é muito lindo e emocionante! Super curti sua indicação, ela realmente vale a pena :)
    Adorei seu blog e espero sua visita, viu?
    www.garotaagridoce.com

    Beijinhos,
    Mi

    ResponderExcluir
  11. De um primeiro momento não me interessei pois não gosto de dramas. Mas depois lendo sua resenha e deu vontade de assistir. O ser humano pensa que pode tanto e num segundo já era.


    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
  12. Esse filme é sensacional! Amo Drama, chorei muito assistindo... Sem contar que essa atriz <3

    Beijos
    http://www.interacaoliteraria.com/

    ResponderExcluir
  13. Oi, Gabriel!
    Ah, esse filme! Só de lembrar da história fico com o coração na mão, sério, rs. Mas gostei demais da história, e olha que sou muito manteiga derretida para dramas hahah
    Incrível, realmente nos faz refletir <3

    Beijos, Gabi Prates
    Palácio de Livros

    ResponderExcluir
  14. Olááá
    Esse livro é simplesmente maravilhoso, ele é lindo lindo, choro demais kkk já assisti umas duas vezes e quase sequei de chorar.
    Com certeza é uma história muito profunda e que nos deixa aflitos do inicio ao fim.
    Adorei.

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/2014/06/top-5-livros-de-psicologia-que-desejo.html

    ResponderExcluir
  15. Oi Gabriel, eu conhecia esse filme porque um colega tinha assistido e gostado muito da história, diz ele que ficou sensibilizado por tudo que aconteceu. Eu achei interessante conferir a sua opinião e saber um pouco mais da história, por mais que eu não curta muito esse gênero eu fiquei com vontade de assistir :D

    Abraços
    www.entrepaginasdelivros.com/

    ResponderExcluir
  16. Eu já assisti o filme, INCRÍVEL descreve! Achei os efeitos e a atuação muito boa também. O filme me tocou, fiquei impressionada e também chocada, em pensar que outras pessoas já passaram por essa situação. Sensacional, gostei da resenha =D
    beijos ♥
    likearocklikearoll.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Ah, faz tempo que eu tenho de assistir esse filme, fico sempre e sempre adiando... Depois dessa resenha né?, vou ter que assistir hoje mesmo! :P

    http://cultivoliterario.blogspot.com.br/
    Matheus.

    ResponderExcluir
  18. Você acredita que nunca vi esse filme porque sou uma chorona ridícula com filmes de tragédia? Sério, eu fico um caco!
    Sem contar o fato de morar em frente a praia e ser altamente influenciável por essas coisas. Sempre acho que vou morrer afogada. hauhauahuah
    Você me deixou com dor de consciência porque ainda não vi.

    bjus
    terradecarol.blospot.com

    ResponderExcluir
  19. Prevejo muitas lágrimas, tenho até medo de assistir viu. Adoro o tema, mas tenho que me preparar psicologicamente.

    Beijo, Van - Blog do Balaio
    balaiodelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  20. Assisti esse filme e adorei, muito emocionante. Não sei, mas adoro filmes com catástrofes naturais!!

    Beijos!

    http://jessicadventuretime.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  21. Já assisti este filme e ele entrou pra lista dos meus favoritos. Filme intenso e angustiante, com uma lição incrível. Chorei com o final, rs Muito emocionante. Adoro filmes assim...

    Beijoss!
    comoumrefugio.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Heey!

    Assisti esse filme no ano passado, se não me engano. Tava procurando algo na locadora e o moço de lá me recomendou. Eu super amei o filme, e me emocionei sim hehe. Ao contrário de você, eu amo essa abordagem dos fenômenos naturais. É um gênero estranho pra se gostar, admito, mas só tive experiências boas com longas nesse estilo, então continuei apostando. A trilha sonora ficou sensacional mesmo, fez com que eu me envolvesse ainda mais na história. Em algumas cenas do filme eu fiquei mesmo com essa sensação de "não é possível, isso jamais aconteceria", principalmente em relação aos desencontros. Mas eu amei tanto o filme que nem cheguei a me incomodar realmente com isso.

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Já assisti este filme, lembro da minha mãe chorando com a lição de vida que tem no final hahhaha
    Ótima dica!!!
    Achei excelente o seu layout, tinha muito tempo que não vinha por aqui. Gostei demais.
    www.booksever.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Olá, Gabriel =).
    Juro que não conhecia o filme, mas gostei bastante da premissa, parece ser muito bom e emocionante, quero ver.
    Beijos.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Eu conheci esse filme através de um blog que postou alguns filmes recomendados mas até hoje não tive coragem de assistir. Eu me emociono muito fácil e esse tipo de filme sempre me deixa numa bad danada.

    Eu só não gosto muito quando a tristeza é arrastada por muito tempo, a ponto do drama parecer forçado demais. Isso costuma me fazer abandonar o filme mas tomara que quando eu assistir isso não aconteça.

    Como você é a segunda pessoa que fala desse filme acho que vou procurar ele pra assistir online quanto estiver em casa mais tranquila ^^

    (desconstruindoaspalavras.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir
  26. Olá Gabriel,

    Não conhecia o filme, mas pela sua resenha vejo que é uma bela história, boa dica...abraços.

    devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  27. Apesar de todo sofrimento desse filme e pensar que isso foi real, foi um filme muito bem feito já assisti umas 3 vezes!
    Bjkas
    Dani Casquet- Livros, a Janela da Imaginação

    ResponderExcluir
  28. Anotado a dica e verei final de semana! ;)

    Beijos
    http://plantaoonline.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Oi Gabriel! Já assiti esse filme várias vezes e todas as vezes que eu assisto ainda fico emocionado, não chego a chorar, mas chego bem perto. Lembro que na primeira vez em que assisti estava com a minha família e minha mãe chorou muito e disse que a gente tinha que comprar um seguro para o caso de catástrofes como o daquela família! Haha O filme é muito bonito mesmo e deu até vontade de rever!
    Abraços,
    Gabriel

    letrasdepijamas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Heey!

Agradecemos pela visita. O que achou do post? Compartilha sua opinião conosco. Obrigado :)

Eu vivo lendo. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design