Resenha: P.S. Eu Te Amo - Cecelia Ahern

Olá pessoal, tudo bem? A resenha de hoje é sobre um livro muito famoso e romântico. Alguns dizem que ele é água com açúcar, mas irei afirmar que ele é bem mais que isso.

"Uma história emocionante e inteligente escrita por uma autora magnífica... Este romance excepcional sobre privação, amizade e perda amorosa é desolador e estimulante ao mesmo tempo."
 Autor: Express


Título: P.S. Eu Te Amo
Páginas: 368
Autor(a): Cecelia Ahern
Editora: Novo Conceito
Gênero: Romance
Ano de Publicação: 2012

Avaliação:

Capa: 4/5
Diagramação: 5/5
Obra Completa: 4,5 (Favorito)


Holly era feliz ao lado de seu marido Gerry, ela levava uma vida simples, mas cheia de amor e companheirismo, até que Gerry é diagnosticado com câncer e acaba falecendo.

Agora Holly é uma mulher preste à completar 30 anos, está deprimida e sem perspectivas de vida, só pensa em ficar em casa o tempo todo e sua única preocupação é fazer alguma coisa para poder ver Gerry novamente, até beber loucamente.

Um dia Holly vai à casa de sua mãe. Ao chegar sua mãe conta para ela que Gerry deixou um pacote contendo 12 cartas para ela, uma para cada mês. A felicidade é enorme, Holly não pensa duas vezes, pega as cartas e corre para abrir algumas dos meses anteriores, já pensando nas próximas cartas. A cada carta Gerry escreve um conselho ou ajuda para seguir em frente.

Depois de abrir algumas cartas à vida de Holly começa a mudar. Ela percebe que a morte do marido é uma fatalidade, mas é preciso seguir em frente e "chutar a lua" de acordo com seu marido. Com motivações, alegrias e saudades causadas pelas cartas, Holly precisa conviver diariamente com a saudade do marido, e não se esquecer de viver.

Opinião:

Comprei P.S. Eu Te Amo impulsivamente, o livro estava 9,90 em uma promoção da Saraiva e acabei não resistindo à promoção. Ainda bem que não me arrependi!

P.S. Eu Te Amo é o meu primeiro livro de Cecelia Ahern, a escrita da autora era inédita para mim. Muitos amigos meus já leram várias obras dela e todos - sem exceção - elogiam-na. Iniciei a leitura na cabeça de Holly, já que o livro é narrado em terceira pessoa. Logo no início o leitor percebe o luto da esposa de Gerry e o modo como ela está lidando aquilo.

"Os amigos e familiares se aproximavam e se afastavam, às vezes ajudavam-na enquanto ela chorava, às vezes faziam-na rir. Mas mesmo em seu riso, faltava alguma coisa. Ela nunca parecia totalmente feliz; parecia apenas estar deixando o tempo passar enquanto esperava por outra coisa. Estava cansada de apenas existir; queria viver. Mas para que viver se não existia vida na existência? Essas perguntas tomavam sua mente o tempo todo, até ela chegar ao ponto de não querer despertar de seus sonhos - eles eram o mais próximo da realidade."

P.S. Eu Te Amo é um livro sensível, com personagens enigmáticos e realísticos ao extremo. Creio que o ponto mais forte do livro são os personagens. Pela primeira vez em muitos meses encontrei um autor(a) que trabalha com todo os personagens criados de maneira igualitária. Aqui os coadjuvantes tem a mesma importância da protagonista e nada acontece sem que eles interfiram, principalmente o irmão de Holly.

A autora trabalha com excelência as questões familiares que envolvem os personagens. Holly nunca gostou de seu irmão Richard, por isso a autora resolveu trabalhar com eles e mostrar ao leitor o amadurecimento familiar e sentimental de cada um. Muita gente achou Holly chata, pois na maioria das vezes ela fica com inveja ou raiva de seus amigos por eles estarem se divertindo ou compartilhando alegrias com os outros, sendo que ela está viúva e sem perspectiva, mas quer saber? Entendo a Holly! Já perdi um membro de minha família e sei como é dolorosa a sensação, por isso Holly possui esses sentimentos egoístas.

"- Eu estou bem? - Holly repetiu a pergunta a si mesma. Olhou para a frente, para a coleção de ursinhos e bonecas que seus pais tinham se recusado a doar. -  Estou um monte de coisas. Ciara - Holly explicou, continuando a mexer na aliança. - Estou me sentindo sozinha, cansada, triste, feliz, sortuda, azarada; sou mil coisas diferentes todos os dias da semana. Mas acho que bem é uma delas."

O que falar sobre a edição? Está ótima! A diagramação está impecável, com folhas amareladas e fontes em um tamanho satisfatório. Há espaçamentos coordenados no livro e detalhes para o embelezamento da edição em cada capítulo. Incomodei-me apenas com uma coisa, a capa. A história é sobre a dor de uma esposa e o modo como ela tenta conviver com isso, por isso creio que várias possibilidades poderiam ser exploradas para um design mais confortável da capa. Não gostei, mas detalhes à parte.

"- Mas Holly, a vida de ninguém é repleta de momentos perfeitos. E se fosse, não seriam momentos perfeitos. Seriam apenas normais. Como você conhecia a felicidade se nunca passasse pelas fases tristes?."

Em meio a deslizes e mortes, P.S. Eu Te Amo se mostra um livro sensível e amável. Cecelia mostra ao seu leitor como o amor é importante e o modo como ele pode interferir positivamente ou negativamente em nossa vida. Jamais esquecerei essa leitura magnífica. Obrigado Cecelia!

14 comentários:

  1. Oii
    Eu assisti o início do filme, sem nem saber que o livro existia. Achei suuper triste e acabei não terminando de assistir. Mas confesso que toda vez que leio uma resenha do livro, fico curiosa para ler. Assim que surgir uma oportunidade, vou dar uma chance ao livro.

    Beijos,
    http://pitadadecultura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho medo de ler o livro e ver o filme e não parar de chorar, principalmente agora que vc disse que os personagens são realísticos demais rsrsrsrs

    Bjs, Michele


    ResponderExcluir
  3. Ah, P.s... Nossa, amo esse livro de paixão.
    Adorei sua resenha, fiquei com vontade de reler.

    Beijos,
    http://www.segredosentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi, Gabriel!

    Vou te contar um segredo: ganhei o livro há mais de um ano, mas desde então ele está lá na estante esperando... Depois de ler sua resenha, confesso que fiquei com vontade de pegá-lo e começar a ler agora mesmo! Sério, só não começo agora porque estou lendo uns quatro já, mas com certeza estará entre minhas próximas leituras!

    Beijos,
    Anna - Querida Prateleira

    ResponderExcluir
  5. Oi Gabriel, eu ainda não tive a oportunidade de ler o livro mas o filme eu já assisti tantas vezes, que até perdi as contas. Se o livro for tão bom quanto o filme não vou ter do que reclamar.

    Beijinhos
    www.booksandmovies.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Amei o post! Essa é uma das minhas favoritas, amei tanto o livro quanto o filme. É uma história que nos faz refletir muito, vale muito a pena conhecer!
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oiee, tudo bem?

    Eu adorei esse livro. A história é super comovente. Mas em alguns pontos eu prefiro o filme. Não sei, no livro achei a Holly muito invejosa em alguns momentos. Até entendo a situação dela, mas no filme senti que esse ponto foi melhor trabalhado

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá!

    Uma vez eu até me interessei por este livro, mas acabei desistindo.
    Já ouvi falar que alguns preferem o filme, um dia eu ia assistir, mas acabei dormindo! Enfim, se algum dia eu tiver a oportunidade eu lerei!

    Abraços!
    encantosparalelos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Eu vi o filme, mais ainda não li o livro. Sou super curiosa para ler o livro e conhecer as partes que o filme cortou.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. A autora parece saber tocar o leitor profundamente, fazendo emocionar com sua narrativa.
    Eu nunca li nada dela, mas pelo que leio sobre, só vejo elogios.Mas ainda não me senti atraído por nenhum livro dela :/

    Até mais

    http://decaranasletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oi, adorei seu blog e já estou seguindo ^^
    Esse livro é lindo, o filme também é incrível.
    Beijos

    http://entrelivrosevestidos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Estamos na mesma, comprei o livro por que estava baratinho na Submarino e pelo visto não vou me arrepender! Depois de ler sua resenha vou colocar ele no topo da minha lista de favoritos.

    Um beijão!

    http://amordelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Também comprei o livro por 9,90 mas foi na submarino, já faz quase um ano isso e ainda não tive coragem de ler. Todo mundo fala super bem e que choraram com a leitura mas fico adiando por ser tão triste. Porém a sua resenha me deu outra perspectiva do livro, além do luto, gostei do fato da autora trabalhar os laços familiares e trabalhar com vários personagens. Agora acho que vou finalmente pegar para ler :)

    http://nerdicesdeumagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Realmente, os personagens são a alma desse livro. Mas confesso que ele não chegou nem perto do que eu esperava. Acho que eu ouvi falar tanto dele e da autora, que acabei criando expectativas do tamanho de um arranha-céu e isso foi uma merda. Tanto que todos os outros livros que li dela me encantaram. Planejo ler de novo pra ver se dessa vez eu engato na leitura...

    Beijos
    https://escolhasliterarias.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Heey!

Agradecemos pela visita. O que achou do post? Compartilha sua opinião conosco. Obrigado :)

Eu vivo lendo. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design