Resenha - Deixe a Neve Cair - Diversos Autores

Olá leitores, tudo bem? Hoje vou contar para vocês o que eu achei de um livro que me encantou do começo ao fim. Espero que gostem!

Esse é um livro de contos, portanto, vários autores fizeram parte do mesmo.

PS: Me desculpem pela demora do post, está semana estou atolado na escola. Obrigado!

Título: Deixe a Neve Cair
Referencial de Páginas:
Autores: John Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle
ISBN: 9788579801754
Editora: Rocco
Gênero: YA
Ano de Publicação/Brasil: 2013

Avaliação:

Capa: 4/5
Diagramação: 4/5
Obra Completa: 4/5




1 Conto - O Expresso Jubileu: Maureen Johnson

Jubileu, uma garota aparentemente normal é surpreendida com a notícia de que seus pais estão presos em pleno natal e o motivo: é o mais ridículo possível, eles foram acusados de roubar peças de um brinquedo de natal. Acha que não poderia ficar pior? Engano seu. Jubileu vai de trem passar o natal na casa de sua avó, contra sua vontade, mas no meio do caminho o trem para de funcionar, e aí chega a notícia: uma quantidade exorbitante de neve está impedindo a viagem e todos deverão procurar uma maneira de sair dali sem o trem. Será que Jubileu vai conseguir? 

Tentarei ser breve ao expressar minha opinião sobre esse conto... Espero conseguir! 

O Expresso Jubileu é aquele tipo de conto que você não quer que termine nunca. Jubileu se mostrou uma protagonista extremamente divertida e sensata. O enredo apesar de ser algo simples e passar longe do surrealismo é muito bem trabalhado. As situações em que a autora colocava os personagens me fizeram soltar gargalhadas exageradas, e até mesmo incomodas.
"Eu sei que ninguém é perfeito, que por trás de toda fachada de perfeição há uma confusão distorcida de subterfúgio e arrependimentos secretos."
Algo que me chamou bastante atenção foi o modo como o leitor se apega aos personagens, comecei a perceber que em um determinado momento do conto, Jubileu estava passando por apuros e eu realmente sofri por ela, cheguei a perder o sono pensando em uma maneira de ajudá-la (como se isso fosse real). É fascinante.
"Debbie precisou se levantar e me servir uma fatia grossa de bolo antes de responder. E digo grossa de verdade. Tipo o sétimo livro do Harry Potter. Eu conseguiria derrubar um assaltante com aquela fatia de bolo."
Erros são inevitáveis, mas Maureen conseguiu desenvolver a estória de uma maneira gostosa e instigadora. Não vejo a hora de ler outros livros da autora e com toda certeza, quero algo sobre Jubileu.

Avaliação do conto: 5/5

2 Conto - O Milagre da Torcida de Natal: John Green

Tobin, Jp e Duke estavam "presos" em casa assistindo uma maratona de James Bond, até que um amigo do trio, um garoto chamado Keun, liga para eles e os convida para ir até a Waffle House da cidade, apreciar as inúmeras líderes de torcidas presentes no local, é claro que eles ficam enlouquecidos, entretanto, a neve está praticamente cobrindo a estrada e existem vários obstáculos ao longo do caminho. E agora?

É óbvio dizer que o autor mais conhecido e admirado deste livro seja John Green. Certo? Mas o melhor conto não é o dele.
" - Iiiisssssooo! - gritou JP de trás do carro. Ele se inclinou para a frente e esfregou a bagunça que era o cabelo cacheado de Duke. - ACABAMOS DE CUMPRIR A INCRÍVEL TAREFA DE NÃO MORRER!"
Antes de comprar este livro meus amigos e alguns blogueiros disseram através de resenhas, que o conto do John não era muito bom e me recomendaram deixá-lo por último, mas como vocês sabem, a curiosidade é maior do que tudo, e eu li o conto do Green logo após O Expresso Jubileu e quer saber.... É legal sim!

Apesar do leitor não se identificar muito com os personagens e achar a proposta do enredo criada por Green não muito plausível, tudo vai se encaixando e você enxerga o X da questão rapidamente. Como sempre o autor nos presenteou com personagens de características peculiares e realísticas e isso é o que eu mais gosto nele sem dúvida nenhuma, mas tome cuidado com os clichês, eles podem decepcionar.
  " Fiquei sob o toldo por um momento, mas finalmente decidi que ficar de mau humor com os amigos é melhor do que ficar de mau humor sem eles."
É impossível falar do Green e não citar as partes críticas que o autor coloca em sua estória, a cada capítulo uma crítica, seja ela social ou de outro tipo, é inserida no texto e antes que me perguntem, de uma forma natural. John! Creio que você acertou, mas não inovou.

Avaliação do conto: 4/5

3 Conto - O Santo Padroeiro dos Porcos: Lauren Myracle

Addie acabou de terminar seu relacionamento com Jeb. Ela tem que mostrar que está arrependida por ter traído seu namorado e ter ocasionado o término do namoro, por isso ela decidi se redimir enfrentando o passado e tentando se tornar uma pessoa melhor, mas é óbvio que nada sempre caminha da maneira como imaginamos. Quem diria que um porco e seu relacionamento de três minutos com Charlie poderiam atrapalhar tudo.

De todos os contos do livro esse é, sem dúvida nenhuma, o mais realista. 

A escrita de Lauren me fascinou e consegui ler o conto dela em exatos 20 minutos, o que me deixou assustado e feliz. Ela aborda o amor juvenil como tema principal e trabalha toda essa temática com a ajuda de uma protagonista irreverente e sarcástica. 
"- Cara - respondi. - Nem a chuva, nem a neve, nem geada, nem granizo fechará as portas da poderosa Starbucks.- Cara - replicou Dorrie -, esse é o lema dos Correios, não da Starbucks.- Mas, ao contrário dos Correios, a Starbucks fala sério. Estará aberta, garanto."
Ao longo do conto é possível notar o desenvolvimento de outros personagens e isso é realmente muito legal. Percebi também que a autora abordou alguns temas polêmicos no conto para fazer com que o leitor refletisse sobre tal assunto. Ótima tática!

Devo falar também sobre uma das melhores partes do conto, que é a parte em que Addie precisa arranjar um jeito de buscar o porco de sua amiga. Detalhe: Ela está prestes a se reconciliar com o namorado, e atrasada no serviço. Imagine só...
"- E eu achava que você ficaria feliz em saber que há um anjo tomando conta de você. Não é o que você queria?- Pare com essa coisa de anjo - falei. - Não estou brincando. Se o universo me deu você como anjo, mereço um reembolso."
Enfim, com reviravoltas e temas polêmicos, esse se revela o melhor conto do livro e também o mais verídico de todas as formas possíveis.

Foi isso pessoal, espero que tenham gostado. Até a próxima!

15 comentários:

  1. Oiii... Não li, mas quero muitooo ler! Coincidentemente uma colunista do meu site falou dele hoje, ela gostou bastante!

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  2. Olá!

    A capa desse livro é muito fofa. Tenho ouvido ótimas coisas sobre o livro e achei interessantes os três contos. Cada um com uma abordagem distinta. Adorei sua resenha e breve explanação sobre cada conto.

    Beijos

    http://poesiasprosasealgomais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Gabriel! Esse livro parece ser muito bom mesmo! Acho que iria gostar principalmente do Expresso Jubileu! Já dei uma olhada nesse livro e a diagramação é muito linda e bem feita. Fiquei com vontade de ler só de ver a opinião de pessoas que já leram.

    Beijos,
    Bell

    http://contosdoguerreiro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. eu ainda não li nada do João Verde, acredita?
    HAHHA
    mas to com a culpa é das estrelas aqui em casa :D
    espero gostar da narrativa dele
    amei a resenha
    beijão

    http://livrodecapadura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Gabriel, tempão que não passo aqui, poxa, tá lindo seu layout, parabéns!!!

    Tive alguns problemas com o blog, então fiquei um tempinho afastada..

    Já Li John Green, e o adoro! hehehe
    Tenho certeza que vou adorar este também. Fiquei com vontade mais vontade de ler ainda, hehehe

    Beijoos!!

    Blog está com resenha nova, confere lá!
    http://traduzindo-sonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Ótima resenha! Gostei muito dos contos!

    meupedepagina.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Oi,Biel!
    Meu Deus! Você acredita que estou muito decepcionada com esse livro? A começar pelos grandes nomes que o assinam. O primeiro conto foi o mais chato pra mim. Sério! Fico até sem palavras para expressar toda minha antipatia com Jubileu, mas..enfim..não vim aqui pra falar mal dos outros..rss
    De qualquer maneira, parabéns pela resenha. Tá show, como sempre!
    Bjs grande e bom fim de semana!

    Zilda Peixoto
    http://www.cacholaliteraria.com.br/2014/02/o-que-e-dom-casmurro-valendo-um-milhao.html

    ResponderExcluir
  8. Oi Gabriel, tudo bem?
    Eu li o livro ano passado e adorei! Achei o conto da Maureen Johnson o melhor, apesar do conto do John ter sido muito bom (:

    Beijos,
    Leitora Online

    ResponderExcluir
  9. Gostei da resenha Gabriel. Tenho muita vontade de ler esta antologia e com as suas palavras a respeito, fiquei ainda mais interessada. Abraço!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Gabriel,
    Esse livro parece ser otimo, tenho otimas recomendações sobre ele.
    Espero ter a oportunidade de ler em breve.

    Adorei a resenha, muito sincera e legal :)

    Abraços
    Adriano Gutemberg
    GeraçãoLeitura.com - http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/ (passa lá, depois ;)

    ResponderExcluir
  11. Oi Gabriel, fico feliz em saber que você gostou do livro e que conseguiu tirar diversas lições dele. Infelizmente as histórias não me impactaram. Talvez tenha lido no momento errado.. ou talvez tenha esperado algo que não existiu. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Oi, Gabriel! :)
    Cara, eu comprei esse livro em pré-venda. PRÉ-VENDA! E... ainda não li! rsrs'. E decerto que comprei muito mais por carregar o nome do Green, que por qualquer outra coisa. Foi daqueles livros que eu precisava ter, independente de quando o leria.
    Em breve estarei começando, até porque é um livro curtindo e que me parece legal e gostoso de ler.
    Mais uma vez, alguém que concorda com as inúmeras resenhas que li de que o conto do Green não é o melhor. Gostei mesmo da sua resenha, porque acaba que me despertou a vontade novamente de ler, tirada pela galera que não gostou.

    Abs,
    Ronaldo Gomes
    livrosobrelivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Adoro livros de contos. Esse me parece muito bom!
    Beijos!
    http://eu-ludmilla.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oii, estou bem curiosa com a leitura desse livro, a capa é lindíssima e sempre quando tem vários autores, fico curiosa porque são ideias diferentes, então algumas coisas podem nos agradar e outras não. Mas adorei sua resenha. Parabéns.

    Beijos

    Bru
    www.viagem-imaginaria.blogspot.com

    ResponderExcluir

Heey!

Agradecemos pela visita. O que achou do post? Compartilha sua opinião conosco. Obrigado :)

Eu vivo lendo. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design