Muito Obrigado e Feliz Ano Novo!

Olá leitores, tudo bem? Vim aqui para falar um pouco sobre o blog em 2014 e, claro, desejar a todos um próspero Ano Novo. Vamos conferir o post!


Mais um ano se passou. Um ano de polêmicas, alegrias, frustrações, novidades e etc. Tivemos livros fantásticos e obras que foram um verdadeiro escândalo no mundo literário. Um ano também de vários filmes incríveis e obras que deixaram a desejar em vários quesitos. A música teve sua participação na polêmica. Garotas transformadas dançando em cima de uma bola, até divas do Pop como: Lady Gaga, Katy Perry, Britney Spears e outras, souberam como causar... E aí? Esqueci algo?

O Blog em 2014

Em 2014, o blog sofrerá mudanças e também melhoras. O layout será trocado até o  fim de Janeiro e novas colunas para debates sobre os assuntos do mundo literário surgirão, assim como a tão pedida coluna de Séries de TV. Parceria com blogs terão uma atenção especial e a lista será reformulada. Inscrições serão abertas em breve para aqueles que desejam firmar parceria com o blog. Novos banners serão introduzidos às colunas já existentes, e todo mês espero realizar promoções para os leitores. Além disso, o Facebook e Twitter do blog ganharão novos visuais e será criado: Instragam, Skype e Tumblr para ele.

O Blog em 2013

Esse ano não poderia ter sido melhor. O Eu Vivo Lendo ganhou mais 450 seguidores e, graças a Deus, está bastante conhecido em toda a blogosfera. Foi alvo de elogios, carinhos e até presentes (obrigado). Críticas também foram feitas mas todas com senso e procurando ajudar e não atrapalhar. Foram ao todo: 59 resenhas, 139 posts, 70.000 visualizações, 4798 comentários publicados e mais de 4 aparições em blogs e jornais de sucesso. Eu sempre disse que o reconhecimento de alguma coisa bem feita chega com o tempo e com muita felicidade, hoje eu posso dizer que o meu reconhecimento já chegou.

Feliz Ano Novo

Desejo a todos vocês um excelente Ano Novo, e que nesse novo ano todos possam realizar sonhos, vontades e cumprir objetivos. Como diria minha mãe "O pouco pode se tornar muito". Beijos e Abraços!

Muito Obrigado!
Eu e a minha letra feia!

Pipoca de Sexta #27 - Frozen: Uma Aventura Congelante

Olá leitores, tudo bem? Hoje decidi trazer para vocês a resenha da mais nova animação da Disney: Frozen. Espero que gostem!

Título: Frozen: Uma Aventura Congelante
Elenco de Dubladores: Kristen Bell, Idina Menzel, Jonathan Groff e etc.
Distribuidora: Disney
Gênero: Infantil
Ano de Lançamento: 2014 (Já está disponível na WEB)
Nacionalidade: EUA
Classificação: LIVRE
Direção: Chris Buck e Jennifer Lee

Avaliação:

Personagens: 5/5
Trilha Sonora: 5/5
Filme em Geral: 4/5

PODE CONTER PEQUENOS SPOILERS

Sinopse: Acompanhada por um alpinista, a jovem Anna parte numa jornada por perigosas montanhas de gelo na esperança de encontrar a lendária Rainha da Neve e acabar com a terrível maldição de inverno eterno que assola o reino.



Clichê e Engraçado

Anna é a irmã caçula de Elsa, a futura rainha de um reino bem distante. Elsa, tem poderes de manipular e produzir gelo com as mãos e um dia em uma de suas brincadeiras com a irmã Anna usando os poderes, Elsa atinge a caçula e causa um verdadeiro desastre na família. Como o único jeito de Anna se curar é apagando as suas memórias sobre os poderes de Elsa, a irmã deve esconder os poderes de todos para sempre, e tentar jamais manifestá-lo na presença de alguém, mas a cada dia que se passa, os poderes da menina ficam mais fortes e a única maneira de esconder isso do mundo, é fechando-se totalmente para ele.


 Depois de anos, quando Elsa já está adulta, o inevitável acontece e todo o reino descobre que sua rainha, (agora Elsa), possui poderes e, além disso, a rainha é acusada de bruxaria e maldade por manisfestá-los descontroladamente. Sofrendo muito, Elsa decide deixar o reino e partir para um local distante em que não pode ser encontrada, mas a irmã Anna vai atrás dela e com a ajuda de um Alce, um Boneco de Neve falante e um rapaz simpático e engraçado chamado Kristoff, ela parte nessa jornada maluca, que fará com que Anna descubra vários segredos sobre a irmã e até ela própria.


Desde o começo, quando saíram as primeiras imagens promocionais de Frozen, eu não simpatizei com a animação, achava tudo muito exagerado e previa uma animação ao estilo "Minhocas". Mas depois de assistir o filme, percebi que ele não era tão ruim assim e vi que todo aquele exagero, na verdade, era necessário!


Elsa sendo má.
Os personagens são ricos de personalidades e características únicas, que fazem a animação se tornar divertida e fluída para o telespectador. Apesar da animação ser ambientada em uma "época" de inverno, tudo é bastante colorido e chama logo a atenção das crianças de plantão. As "Girls" da animação são divertidas e também muito chamativas. E devo dar destaque especial aos poderes da protagonista Elsa e a beleza que os mesmos possuem. De castelos de gelo, até grandes montanhas, esses personagens se aventuram e desvendam mistérios, passando por perigos e situações hilárias e surpreendentes.


Elsa "brincando" com seus poderes.
Como lidar com os componentes clichês de uma animação? É óbvio que se tratando de algo direcionado para o público infantil, não são investidas muitas inovações ou até mesmo enredos sensacionalista. Mas até que ponto o clichê é permitido nesse tipo de franquia? Essas perguntas me atormentam. A um longo tempo e assistindo Frozen, percebi que o clichê é necessário para o desenvolvimento e o entendimento da estória para o telespectador principal (as crianças) e por isso decidi não retirar pontos da animação por culpa dessa falha, pois, ao meu ver, isso passa despercebido ao seu público alvo, fazendo de Frozen algo válido e divertido para eles - o que já está valendo.


Personagens a procura de Elsa.
A trilha sonora do filme ficou espetacular. Destaque especial para "Let it Go" música da cantora internacional Demi Lovato que foi esperada por milhares de fãs no mundo todo e, segundo pesquisas de sites de cinemas renomados, foi responsável por 25% do público que foi ver o filme nos cinemas (Frozen já foi lançado nos EUA). Os instrumentais também estavam muito bons e como já é comum da Disney tentar encaixar músicas em determinados momentos da animação, o telespectador não estranhou, apesar de se cansar em alguns momentos. Adorei também os efeitos de som dos passos dos personagens na neve, ficou absolutamente verdadeiro.
 Kristoff cantando uma canção para animar a estação.
Como o destaque da animação é a relação entre as irmãs Anna e Elsa, há momentos em que o telespectador se cansa de tudo aquilo e se pergunta: cadê a comédia? Para isso surge um personagem ingênuo, fofo, brincalhão e carismático: o Boneco de Neve falante, Olaf. Ele é a graça da animação e apesar de aparecer só depois da metade do filme (o que eu achei um erro), faz a obra atingir outros patamares e chegar a um nível em que seu telespectador não se aguenta mais de tanto rir. O único erro sobre Olaf foi a má explicação sobre seu surgimento, dando ao telespectador uma dúvida frequente e também a oportunidade de deduzir acontecimentos, o que novamente passa despercebido para as crianças.


Olaf sendo engraçado.
Em geral, Frozen vale a pena e consegue cumprir com o seu papel que é divertir sem compromisso. Recomendo! Até o próximo post. Beijos e Abraços :)


                                                                             Confira o Trailer:


Até logo!

Retrospectiva Literária 2013

Olá leitores, tudo bem? Vou contar para vocês a minha experiência com alguns livros em 2013, através de perguntas básicas e diretas.Vamos Lá!


Perguntas:

1: O livro que tirou seu fôlego.

Finalmente! Comecei a ler Harry Potter *-* e devo dizer que a Câmara Secreta tirou meu fôlego por inúmeros motivos mas o principal deles, foi a aventura incessante de Harry, Rony e Hermione e por causa do Fofo (meu cão preferido).

2: O romance que te emocionou.


Métrica foi um dos melhores livros que li na vida e me ensinou muitas coisas entre elas: amar o seu próximo, ter maturidade para lhe dar com certas situações e etc. Nunca irei esquecer esse lindo romance e as lágrimas que derramei com ele!

3: O livro que te fez refletir.


Sabe aquele ditado : "um livro pode mudar uma vida". Pois é. Esse foi o poder de O Menino do Pijama Listrado na minha vida. Um livro magnífico que ficará na minha mente para sempre e seus ensinamentos também. Recomendo!

4: O livro que te fez rir.


Com certeza Fiquei com o Seu Número, foi o livro que me fez dar mais gargalhadas em 2013, a cada nova página mais risadas surgiam e o meu encantamento pela protagonista se revelava mais forte. Inclusive, Fiquei com o Seu Número foi o ganhador do Oscar 2013 na categoria melhor livro resenhado (ta podendo).

5: O livro de fantasia que te encantou.


Eu que já adorava a "adaptação" de Como Treinar o Seu Dragão. Fiquei enlouquecido com todo o universo do livro que apesar de bastante infantil se mostrou inovador.

6: O livro que te decepcionou.


Eu sei que 80% das pessoas que lerão esse post vão me matar mas infelizmente, Cidade dos Ossos não foi tudo o que eu estava esperando, apesar de bem divertido o livro se mostra deverás clichê e até mesmo semelhante a algumas sagas (não irei citar nomes), foi uma grande decepção.

7: O livro que te surpreendeu.


Apesar de gostar muito do John, eu fiquei meio receoso a respeito desse livro, pois antes dele tinha lido ACEDE que não curti nenhum pouco (julguem-me) e por isso não esperava grandes coisas desse livro. A surpresa foi com o início do livro que já me agradou e com isso fui envolvido de uma maneira magnífica pelo autor e tive uma ótima surpresa!


8: Um livro nacional.


Como sempre a Paula me agradou e mostrou que a literatura nacional pode ser da melhor qualidade possível, basta se dedicar e conhecer o público a qual deseja atingir.


9: A capa mais bonita.


Não é só pelo design da capa mas por tudo o conjunto da obra. A capa de Delírio apresenta um relevo em suas letras, assim como um papel espelhado e laminado que compõe a capa. Com certeza foi a capa de livro mais bonita que vi em 2013.


10: O melhor livro de 2013.


Já falei muito desse livro por aqui e devo dizer que ele foi o melhor livro que li esse ano. Além de dinâmico,simples e emocionante, esse livro nos trás lições e ensinamentos cujo aproveitamento é enorme, agradeço muito por ter lido Caminhos de Sangue e espero aprender inglês logo para ler a continuação (A Intrínseca não publicará o segundo livro no Brasil).

Este ano li 71 livros, a maioria me agradou outros nem tanto mas todos eles me ensinaram alguma coisa. Ano passado, estabeleci uma meta de 80 livros e infelizmente não consegui cumprir mas ano que vem estabeleço a meta de 90 livros e espero conseguir. Espero que tenham gostado do post tudo de bom para vocês. Feliz Natal e um próspero Ano Novo!

Oscar Literário 2013: Premiados

Olá leitores, tudo bem? Hoje venho trazer o resultado dos indicados ao Oscar Literário 2013 aqui do blog, vocês voltaram muito e o projeto foi um sucesso. Obrigado a todos que votaram e participaram e agora vamos descobrir os premiados.


Vivendo e Atualizando #7

Olá leitores, como vão? Hoje estou aqui para contar a vocês um pouco das novidades do mundo da música, dos livros e do cinema. Houve uma mudança e, a partir de hoje, o Vivendo e Atualizando falará um pouco desses 3 assuntos, ok? Vamos lá:


Livros:

 1- Foi divulgada a capa do spin-off da série Beautiful Creatures.


A editora Galera Record, responsável pela série no Brasil, divulgou ontem em seu twitter oficial o lançamento do spin-off da série Beautiful Creatures aqui no Brasil. A notícia deixou muitos fãs loucos por novidades e a editora garantiu que, ao longo do tempo, irá revelar mais coisas, até o momento, se sabe que o livro será publicado no segundo semestre de 2014 aqui no Brasil.

2- Novo livro de Jojo Moyes!



Os fãs da autora Jojo Moyes podem comemorar: a editora Intrínseca, responsável pelos direitos de publicação do livro aqui no Brasil, divulgou ontem, dia 19/12, a nova capa do livro da autora, que será lançado em Janeiro de 2014.

Música:

1- Lady Gaga e Christina Aguilera cantam juntas em uma live incrível.

Essa live foi um espetáculo e com certeza ficará marcado na mente dos fãs e admiradores de Gaga e Christina. As duas cantaram e interpretaram no The Voice (americano), o single de Lady Gaga "Do What U Want", que está presente no álbum "ARTPOP" da cantora. Foi um show a parte de voz iluminação e presença de palco. Assista Aqui!

The Monster Eminem feat. Rihanna.

O novo single do Rapper Eminem, com participação da cantora Rihanna, foi divulgado para o mundo todo no youtube dia 16/12 e já soma mais de 14 milhões de acessos em apenas 4 dias no ar. A música conta um pouco a estória de Eminem e com a ajuda de Rihanna tudo fica mais claro e brilhante. Assista Aqui!

3- Dark Horse é anunciado como 3 single do álbum "Prism"


Dark Horse, música presente no álbum "Prism" da cantora Katy Perry, foi anunciada como 3 single oficial do álbum. O diretor da Billboard Gary Trust, divulgou em seu Twitter a notícia. Os fãs e admiradores da cantora gostaram muito da escolha. Dark Horse chegou nas paradas de sucesso sem nenhuma divulgação concreta e ofuscou o 2 single da cantora "Unconditionally", vendendo quase o dobro do mesmo. Escute Aqui!

Cinema:

1- Foi divulgado o poster oficial da adaptação "A Culpa é Das Estrelas"

É fato que um dos filmes mais esperados de 2014 é ACEDE (A Culpa é Das Estrelas), e dia 18/12 foi divulgado o primeiro poster oficial do filme. Fãs do mundo todo ficaram loucos pela imagem e já tem gente dizendo que o filme será melhor que o livro. Será? "A Culpa é Das Estrelas" é a adaptação do livro do mesmo nome que será protagonizado por Shailene Woodley (Hazel) e Ansel Elgort (Gus).












2- Foi divulgado o primeiro clipe de "Divergente"

Saiu o clipe de Divergente, no qual Quatro pergunta para Tris se ela quer ver suas tatuagens. Essa cena melosa é uma das mais esperadas pelos fãs da saga Divergente, que terá seu filme nas telas do cinema ano que vem. Assista Aqui!

Foi isso pessoal, espero que vocês tenham gostado!

Resenha - Julieta Imortal - Stacey Jay

Olá leitores, tudo bem? Hoje estou aqui para contar a vocês a minha opinião sobre um livro bem diferente e interessante. Vamos lá:

Título: Julieta Imortal
Referencial de Páginas: 240
Autor (a): Stacey Jay
ISBN: 9788563219572
Editora: Novo Conceito
Preço Médio: 19,90
Gênero: Romance
Ano de Publicação: 2011

Avaliação:

Capa: 4,5/5
Diagramação: 4,5/5
Livro em Geral: 3,5/5




Sinopse: Julieta Capuleto não tirou a própria vida. Ela foi assassinada pela pessoa em quem mais confiava, seu marido, Romeu Montecchio, que fez o sacrifício para assegurar sua imortalidade. Mas Romeu não imaginou que Julieta também teria vida eterna e se tornaria uma agente dos Embaixadores da Luz. Por setecentos anos, Julieta lutou para preservar o amor e as vidas de inocentes, enquanto Romeu tinha por fim destruir o coração humano. Mas agora que Julieta encontrou seu amor proibido, Romeu fará de tudo que estiver ao seu alcance para destruir a felicidade dela.

"Um romance assombroso e devastador, Julieta Imortal mostra um novo significado para as palavras "até que a sorte nos separe".

- Michelle Zink, autora de Prophecy of the sisters trilogy

Romeu e Julieta é um assunto um tanto quanto clichê. O romance que não pode sobreviver devido a ilusão e o distanciamento de duas famílias e etc. Quando me deparei com um livro cuja essa temática seria abordada, logo pensei: Com certeza, vem algo clichê por aí. E digo que me enganei totalmente.

Nesse reconto da clássica história Romeu e Julieta, tudo está em desordem. Julieta foi assassinada pelo seu grande amor (Romeu), que deseja a imortalidade. Enquanto isso, Julieta já em outra vida ou mais objetivamente em outro corpo, tenta encontrar a alma gêmea das pessoas, como se fosse um Cupido. Romeu também está encarnado, só que no corpo de um bad boy que faz de tudo para seduzi-la e conseguir concluir o seu plano.

Enquanto Ariel (Julieta em seu corpo atual), tenta lutar para escapar das garras de Romeu, Ben o seu amor em sua vida atual, está querendo cada vez mais intimidade. O que fazer? Como conciliar fuga com amor? Será que Ariel (Julieta) sobreviverá? Essas e outras perguntas recheiam Julieta Imortal.

Não posso contar mais a vocês para não dar spoilers. Em tese, Julieta Imortal é um reconto do grande clássico de Shakespeare mas totalmente modificado, aqui o foco é o amor possessivo, a vingança e principalmente a espiritualidade, que foi algo que eu curti muito por se tratar da minha religião (sou kardesista).Você pode pensar que isso estragará toda a história original e até mesmo fará chacota de um clássico, que foi o que eu pensei, mas a autora insere essas ideias de uma maneira tão magistral na estória, que tudo fica claro e a absorção desses assuntos é rapidamente feita pelo leitor.

Não tenho nada a reclamar sobre a diagramação. A edição, apesar de estar com a fonte das letras bem pequenas, não é ruim. A capa é muito bonita e é como se fosse uma metáfora da vida de Julieta e pode ser interpretada de várias maneiras, assim como as folhas amareladas que agradam bastante e a tradução está impecável. Só tenho a reclamar de alguns erros de coesão que encontrei durante o livro, isso atrapalhou bastante na percepção de detalhes chaves para a estória.

Você deve estar pensando, se gostei tanto do livro então por que dei 3,5 estrelas a ele, certo? O motivo foi simples, os acontecimentos exagerados e fantasiosos (até para ficção). A autora faz os personagens realizarem ações que fogem um pouco a lógica até para a ficção e o mais grave de tudo, algumas coisas acontecem sem explicação... Exato! Em geral, recomendo Julieta Imortal mas tome cuidado com as pegadinhas e deslizes da autora. Beijos e Abraços!

Quotes:

"– Eu não preciso ir ao hospital e não quero ir à delegacia. Isso não tem nada a ver com estar com medo. Eu apenas... não gosto de delegacias.
– Por quê? Você tem ficha criminal ou coisa parecida? - pergunta ele.
Não resisto ao desejo de virar os olhos. – Sim. Roubo carros. Dê-me todo o seu dinheiro se quiser salvar a sua vida."


"– Quero conversar. É tudo que eu tentei fazer hoje.
– Conversar.
– Sim, conversar. Conversar? Manter uma... interação verbal? - ele pisca os olhos e eu me seguro para não falar o que penso dele com o meu dedo do meio."


"E então ele me beija, e esqueço de tudo enquanto sinto o calor dos seus lábios nos meus. Ele é... perfeito. Exatamente como pensava. Seu beijo é como um raio de sol, que leva embora todas as coisas e acaba com a escuridão que carrego desde o dia em que aprendi que não existe final feliz."

Boas Leituras :)

12 Livros para 2014

Olá leitores, tudo bem? Hoje estou aqui para contar para vocês os 12 livros que pretendo ler em 2014. Espero que gostem do post.



OS LIVROS ABAIXO NÃO ESTÃO EM ORDEM PREFERENCIAL!

Morte Súbita 


A principal razão que me faz querer ler esse livro, é a curiosidade. Alguns amigos meus já leram o livro, e afirmaram que apesar de cansativo é uma obra que vale a pena ser apreciada.










O Iluminado 


Dizem, que é muito difícil alguém ler um livro de King sem ficar com medo e Iluminado é o livro que todos recomendam para começar a ler os livros do autor, por isso, pretendo ler esse livro ainda em Março de 2014.









Pipoca de Sexta #26 - Operação Presente

Olá pessoal tudo bem? Estou praticamente de férias, graças a Deus e hoje com bastante empolgação, irei fazer a resenha de uma animação que me encantou e me fez pensar melhor na existência do Papai Noel (brincadeira). Vamos conferir a resenha:

Título: Operação Presente
Elenco de Dubladores: James McAvoy, Hugh Laurie e etc,.
Distribuidora:
Gênero: Infantil
Ano de Lançamento: 2011
Nacionalidade: EUA
Classificação: Livre
Direção: Sarah Smith

Avaliação:

Personagens: 4.5
Trilha Sonora: 4.0
Filme em Geral: 4.5




Sinopse: Busca responder a pergunta: "Como é que Papai Noel consegue entregar todos os presentes em uma única noite?" Em um lugar escondido no Polo Norte, encontra-se a resposta. Em meio a chamada "operação presente", Arthur tem um missão muito especial que precisa ser concluída antes do amanhecer da manhã de Natal.



Inovador!

Falar sobre o Natal não é uma tarefa muito fácil. Ultimamente todos os filmes, ou até mesmo livros, que abordam essa temática, estão bastante clichês e já não chamam mais a atenção do público. Comecei a assistir Operação Presente, sem nenhuma expectativa e sinceramente... me surpreendi.

Resenha:

Arthur é o desprezado da família Noel. Seu irmão Steve é o centro das atenções e todos estão dizendo que ele será o próximo Noel, ao ocorrer um problema na missão de natal e apenas 1 criança ficar sem o seu presente, Arthur decidi começar uma inimaginável e confusa missão, com a ajuda do velho vovô Noel e uma duende pra lá de elétrica. Será que Arthur vai conseguir entregar o presente da menina antes de encerrar o Natal? E será que a teimosia de Arthur mudará algo?



Operação Presente, é a típica animação que encanta adultos e crianças. Com um enredo focado no natal e em seus acontecimentos e costumes. A animação aborda de maneira sutil e bastante humorada os temas mais variados através dessa data tão importante, como o amor,carinho,lealdade e etc.



Os personagens carismáticos e com personalidade forte estão presentes em todas as cenas, fazendo de Operação Presente algo bastante memorável. Aqui o protagonista, apesar de esforçado, consegue ganhar a antipatia do telespectador, por suas burradas e ações má pensadas. Ao contrário de sua companheira, uma duende neurótica mas extremamente humorada, misture tudo isso com o vovô noel e seu neto ranzinza tecnológico e tenha uma verdadeira salada mista de emoções.



A trilha sonora do filme não conseguiu captar muito bem a essência do enredo. Houve momentos de tensão ou até mesmo felicidade, que uma música de fundo serviria como uma bela auxiliadora para a produção e até mesmo contribuiria para a euforia do telespectador. A ambientação e a fotografia dessa animação estão lindas. Posso afirmar sem sombras de dúvidas que essa é uma das melhores produções dessa distribuidora (em questão de design geral). 

Um pequeno defeito que não posso descartar, foi o fato de que em algumas partes do filme os personagens entraram com assuntos de conflitos familiares, que dispersaram o telespectador e fizeram com que a euforia do momento se dissipasse, logo depois quando se é retomada a "ação", quem está assistindo o filme já está mais desanimado e não enxerga tanta graça na cena que poderia ter sido grandiosa, deveriam ter colocado discussões familiares, em partes mais "lights" do filme.



Operação Presente é uma animação que quebra os clichês dos filmes de Natal e mostra um sentindo sentimental diferente e humorístico sobre essa data tão especial. RECOMENDO!

Confira o Trailer:



Até a próxima :)

Harry Potter: A Magia de Gerações

Olá leitores. Hoje o post é um pouco diferente, pois, além de uma homenagem a Harry Potter, ele apresentará opiniões dos meus amigos Potterheads. Espero que gostem!



Tenho certeza de que todos que estão lendo esse post conhecem Harry Potter, senão conhecem, peço que saia da caverna onde vive. 

Além de um saga, Harry Potter é algo inimaginável que tem o poder de salvar vidas e mudar gerações. Qual leitor ou telespectador não se encantou com o menino órfão corajoso, ou seus amigos fiéis? Harry Potter exala magia até nas palavras.

Convidei alguns amigos Potterheads para expressarem sua opinião sobre a saga através de uma simples e direta pergunta:

O que Harry Potter tem que te faz feliz?

Guilherme Luis:


A simplicidade e a forma profunda e abusiva que a autora trata das nossas emoções e sentimentos ao ler o livro é apaixonante. É impressionante. JK. Rowling é a rainha literária do nosso tempo, e, não é atoa, que é mais rica que a própria Rainha, ela cria uma estória de magia e amor que capturaram a atenção de milhões de pessoas no mundo inteiro. Suspeito até hoje que Rowling na verdade é uma bruxa. Impossível ser tão boa com as palavras. Só pode ser magia mesmo!

Nathalia Gomes:

Harry Potter tem a magia, mas não me refiro dá que é usada no filme, falo da magia que sentimos quando vemos os filmes e lemos os livros, da magia que nos toca quando as aventuras acontecem. Também tem toda a emoção que sentimos, querendo saber se tudo dará certo como imaginamos...enfim. Tudo isso é transformado em magia, por isso HP é tão especial e tão importante para mim.

Lucas Christ:

Bom, quando estou sozinho, eu tenho Harry Potter; Quando estou triste, eu tenho Harry Potter; Quando estou feliz, eu tenho Harry Potter; Harry Potter é pra todas as horas, independentemente se você esta triste ou feliz, ele deixa a vida mais alegre com sua magia.

Pedro Magno:

A moça do doce no trem de Hogwarts :)

Para mim Harry Potter além de uma saga, é algo que te transporta para um mundo único e todo seu, onde você pode vencer os seus medos e dizer adeus para o mundo real, nem que seja por apenas algumas horas. Eu amo e sempre amarei Harry Potter (obrigado tia Jo).

E o que Harry Potter têm que faz vocês felizes leitores?

Óscar Literário 2013: Indicados

Olá pessoal, tudo bem? Hoje venho contar para vocês a nova ideia que tive. Farei no blog um óscar literário, que terá seu resultado revelado dia 23/12/13. A premiação consiste em descobrir posts relacionados a categorias diversas. Por exemplo: Melhor Resenha, Melhor Organização e etc. Algumas categorias vocês poderão votar, outras, eu já decido de acordo com comentários e visualizações. Exemplo: Post com mais comentários e etc. Vamos lá!




Categorias Que Serão Escolhidas:
  • Resenha do Ano
  • Pipoca de Sexta do Ano
  • Post Mais Organizado do Ano
  • Melhor Post do Ano
  • Melhor Banner do Ano (banner das postagens).
  • Melhor Livro Resenhado
Categorias Não Escolhidas:
  • Post Mais Comentado do Ano
  • Resenha Mais Comentada do Ano
  • Pipoca de Sexta Mais Comentado do Ano
  • Post Mais Visualizado do Ano
  • Post Com Mais Rápida Visualização
Para votar, basta preencher o formulário abaixo com as respostas de vocês. Espero que tenham gostado e até dia 23 com o resultado!

Resenha - Los Angeles - Marian Keyes

Olá leitores, tudo bem? Hoje iremos conferir a resenha de Los Angeles, um livro que me agradou e me fez ficar horas acordado. Espero que gostem da resenha e que ela agradem vocês em vários aspectos.

Título: Los Angeles
Referencial de Páginas: 490
Autor (a): Marian Keyes
ISBN: 9788528612936
Editora: Bertrand Brasil
Preço Médio: 39,90
Gênero: Chick-Lit
Ano de Publicação: 2007

Avaliação:

Capa: 4 estrelas
Diagramação: 3,5 estrelas
Livro em Geral: 4 estrelas




Sinopse: Maggie sempre foi uma anjinha, a cria mais certinha da complicada (e engraçadíssima) família Walsh... até se cansar de andar na linha e mandar todas as regras que a prendiam a um dia-a-dia em sal (e muito menos açúcar) às favas - a começar pelo casamento (que, para o bem da verdade, nunca havia realmente engrenado) e o trabalho bitolante numa firma de advocacia. Ao largar essa vida em preto e branco no passado, Maggie decide se mandar para o lugar onde a realidade promete ser em Technicolor: Hollywood, claro! Terra do glamour, da liberdade, da beleza (até as palmeiras das calçadas são magras), da luxúria e, obviamente, da diversão!

"Ela dá à ficção comercial um novo status, tarefa bem complicada num meio dominado por imitadores e enganadores supervalorizados." Independent on Sunday

Um dos melhores livros que li no ano!

Maggie, de todas as irmãs Walsh, sempre foi o melhor exemplo a se seguir. Quando seu casamento acaba, ela se vê em um beco sem saída e decide mudar totalmente sua atitude, transformando-se para um mau exemplo. Ao se mudar para Los Angeles, Maggie começa a viver novas aventuras na terra do cinema, junto com a sua melhor amiga Emily que está tentando engatar seu  roteiro em uma produtora.

Um livro, independentemente do assunto abordado ou personagens desenvolvidos, tem diferentes maneiras de ser interpretado. Los Angeles é o tipo de livro que cada leitor interpretará de uma maneira diferenciada e conseguirá absorver lições e defeitos em coisas que outro leitor não conseguiu. A todo momento, novas lições vão sendo abordadas e detalhes verídicos e  até intimidadores são acrescentados aos personagens dada a evolução da narrativa.

Admiro muito o talento de Marian, de fazer os personagens se comunicarem com o leitor de uma maneira tão singela. Os pensamentos de Maggie são compartilhados com o leitor de uma maneira simples e de fácil trajetória até a imaginação. Me chama a atenção também, o modo como ela explora os personagens secundários e faz deles, um utensílio importantíssimo para o desenvolvimento da narrativa. Emily, Nádia e até mesmo os Cavanhaques Boys, foram personagens que além de me agradar, fizeram com que eu sentisse algo muito forte a respeito da obra.

Comentei na resenha de Um Best Seller Para chamar de Meu, que a autora gosta de explorar bastante o assunto que decidi abordar. Em Los Angeles temos o mundo do cinema, obviamente como foco. Diversos atores, filmes, séries e locais são citados no livro e tudo isso com uma excelente explicação, que me fez suspirar. Para quem não sabe, um dos cursos que quero fazer é Cinema, e isso foi uma grande inspiração para mim e também serviu para que eu descobrisse o quanto o mundo do cinema é macabro nos bastidores. Obrigado, Marian!

Infelizmente, algo que me fez descontar alguns pontinhos do livro, foi a edição. A editora insiste em fazer uma diagramação ora forte, ora apagada. Algumas vezes me deparei com palavras erradas e frases pela metade. Se o leitor não for telepata, não consegue completar. A capa ao contrário da diagramação, me agradou muito e a cor azul a fortaleceu ainda mais. Todo o espaçamento do livro estava muito bom e a arte das folhas soaram agradáveis aos meus olhos. 

Recomendo Los Angeles a todos e principalmente aqueles que pretendem se divertir.

Quotes:

"Em breve estaremos pousando no Aeroporto Internacional de Los Angeles. Por favor, certifiquem-se de que o encosto de suas poltronas está na posição vertical, de que você não está sem um quilinho acima do peso e de que seus dentes estão brancos como a neve."

" - Ele estava com a mão envolta da minha cintura.
- Só isso?
- Bem, a mão estava mais embaixo para ser franca.
- Como ele era?
- Tinha a cara toda desfigurada.
- Sério?!
- Na verdade, não, mas nós podemos conseguir para que fique desfigurada." (ri demais nessa parte)

"No momento em que o estúdio descobre que pagou dois milhões de dólares por uma porcaria de história, já é tarde demais. O roteirista já está se bronzeando no Caribe, pensando no próximo projeto."

Eu vivo lendo. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design