Resenha - Los Angeles - Marian Keyes

Olá leitores, tudo bem? Hoje iremos conferir a resenha de Los Angeles, um livro que me agradou e me fez ficar horas acordado. Espero que gostem da resenha e que ela agradem vocês em vários aspectos.

Título: Los Angeles
Referencial de Páginas: 490
Autor (a): Marian Keyes
ISBN: 9788528612936
Editora: Bertrand Brasil
Preço Médio: 39,90
Gênero: Chick-Lit
Ano de Publicação: 2007

Avaliação:

Capa: 4 estrelas
Diagramação: 3,5 estrelas
Livro em Geral: 4 estrelas




Sinopse: Maggie sempre foi uma anjinha, a cria mais certinha da complicada (e engraçadíssima) família Walsh... até se cansar de andar na linha e mandar todas as regras que a prendiam a um dia-a-dia em sal (e muito menos açúcar) às favas - a começar pelo casamento (que, para o bem da verdade, nunca havia realmente engrenado) e o trabalho bitolante numa firma de advocacia. Ao largar essa vida em preto e branco no passado, Maggie decide se mandar para o lugar onde a realidade promete ser em Technicolor: Hollywood, claro! Terra do glamour, da liberdade, da beleza (até as palmeiras das calçadas são magras), da luxúria e, obviamente, da diversão!

"Ela dá à ficção comercial um novo status, tarefa bem complicada num meio dominado por imitadores e enganadores supervalorizados." Independent on Sunday

Um dos melhores livros que li no ano!

Maggie, de todas as irmãs Walsh, sempre foi o melhor exemplo a se seguir. Quando seu casamento acaba, ela se vê em um beco sem saída e decide mudar totalmente sua atitude, transformando-se para um mau exemplo. Ao se mudar para Los Angeles, Maggie começa a viver novas aventuras na terra do cinema, junto com a sua melhor amiga Emily que está tentando engatar seu  roteiro em uma produtora.

Um livro, independentemente do assunto abordado ou personagens desenvolvidos, tem diferentes maneiras de ser interpretado. Los Angeles é o tipo de livro que cada leitor interpretará de uma maneira diferenciada e conseguirá absorver lições e defeitos em coisas que outro leitor não conseguiu. A todo momento, novas lições vão sendo abordadas e detalhes verídicos e  até intimidadores são acrescentados aos personagens dada a evolução da narrativa.

Admiro muito o talento de Marian, de fazer os personagens se comunicarem com o leitor de uma maneira tão singela. Os pensamentos de Maggie são compartilhados com o leitor de uma maneira simples e de fácil trajetória até a imaginação. Me chama a atenção também, o modo como ela explora os personagens secundários e faz deles, um utensílio importantíssimo para o desenvolvimento da narrativa. Emily, Nádia e até mesmo os Cavanhaques Boys, foram personagens que além de me agradar, fizeram com que eu sentisse algo muito forte a respeito da obra.

Comentei na resenha de Um Best Seller Para chamar de Meu, que a autora gosta de explorar bastante o assunto que decidi abordar. Em Los Angeles temos o mundo do cinema, obviamente como foco. Diversos atores, filmes, séries e locais são citados no livro e tudo isso com uma excelente explicação, que me fez suspirar. Para quem não sabe, um dos cursos que quero fazer é Cinema, e isso foi uma grande inspiração para mim e também serviu para que eu descobrisse o quanto o mundo do cinema é macabro nos bastidores. Obrigado, Marian!

Infelizmente, algo que me fez descontar alguns pontinhos do livro, foi a edição. A editora insiste em fazer uma diagramação ora forte, ora apagada. Algumas vezes me deparei com palavras erradas e frases pela metade. Se o leitor não for telepata, não consegue completar. A capa ao contrário da diagramação, me agradou muito e a cor azul a fortaleceu ainda mais. Todo o espaçamento do livro estava muito bom e a arte das folhas soaram agradáveis aos meus olhos. 

Recomendo Los Angeles a todos e principalmente aqueles que pretendem se divertir.

Quotes:

"Em breve estaremos pousando no Aeroporto Internacional de Los Angeles. Por favor, certifiquem-se de que o encosto de suas poltronas está na posição vertical, de que você não está sem um quilinho acima do peso e de que seus dentes estão brancos como a neve."

" - Ele estava com a mão envolta da minha cintura.
- Só isso?
- Bem, a mão estava mais embaixo para ser franca.
- Como ele era?
- Tinha a cara toda desfigurada.
- Sério?!
- Na verdade, não, mas nós podemos conseguir para que fique desfigurada." (ri demais nessa parte)

"No momento em que o estúdio descobre que pagou dois milhões de dólares por uma porcaria de história, já é tarde demais. O roteirista já está se bronzeando no Caribe, pensando no próximo projeto."

18 comentários:

  1. Oi Biel! Eu detesto Marian Keys - minha opinião - mas confesso que adorei sua resenha feita com tanta paixão! Hahaha
    E Maggie me lembra Os Simpsons! UAUAHUAAUHA
    Abraço!
    http://leiturasdoedu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Nossa!
    Nunca imaginei que era tão bom Gabriel!
    Eu estou lendo Cheio de chame e estou gostando
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  3. Li acho que dois livros, em me lembro mais direito e prometi não ler mais.
    Não sei, a pegada da autora não me agradou no gênero, infelizmente!

    Beijos ;*
    Clicando Livros
    http://clicandolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Só li "Melancia" dessa escritora, e fui na louca por que o Pocket estava por 4 reais kkkk. Mas eu gostei bastante, me deu vontade de conhecer o resto dos romances dela.
    Beijos
    http://slothreaders.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Eu já dois livros da autora e confesso que não estou muito anima da para ler o próximo que tenho na estante. Acho que a autora escreve muito bem, e tem textos complexos e tudo mais, mas simplesmente não me prende. O odeio a diagramação dos livros dela! Ao contrario das capas que realmente são belíssimas!

    Ahhhh eu não sei se já falei com você, mas lá no blog está rolando uma Gincana de Natal. A 1ª prova vai até sabado e está valendo o livro A Casa de Hades do Rick Riordan!

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  6. Oi,

    Tenho 3 livros da Marian, aqui em casa, mas confesso não li ainda e quando comecei a ler um, logo abandonei,acho que ela não faz meu estilo, bem a resenha ficou ótima, mas continua a achar os livros dela super chatos !

    Mayla
    http://meulivromeutudo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Tenho todos os livros da Marian e esse ainda embalado. Vou ler com certeza pois adoro as irmãs.

    Eunice
    amordelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Adooooooooro os livros da Marian, sou apaixonada pela autora. Ganhei esse livro numa troca a poucas semanas e estou ansiosa pela leitura haha.
    Beijos.
    Adoooorei a resenha.
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu dei a mancada de começar a ler Marian por Melancia, que convenhamos, é uma merda!
    Tive pesadelos com aquele livro, aff!!! Mas acho que foi justamente porque ela se comunica demais com o leitor e a personagem estava numa depressão sem fim. heheh
    Enfim, adoro coisas sobre cinema (minha segunda paixão), então acho que dê uma chance para esse livro.
    Valeu a indicação!

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Gabriel! :)
    Eu só li um livro da Marian - Melancia - e gostei muito da narrativa da autora. Ela tem mesmo essa 'fórmula' de trazer os personagens para a nossa realidade e nos passar lições super bacanas, né?!
    Cara, eu fiquei muito curioso com esse livro, agora. Nunca parei para ler nada do livro, mas vendo agora, parece-me um livro bastante peculiar e que agradará muito.
    Cinema?! Alguém disse Cinema/BastidoresdoCinema?!
    Apenas indo arrumar um forma de ler o livro :)

    Abs,
    Ronaldo Gomes
    livrosobrelivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Sempre quis ler algum livro da Marian Keys, talvez em um futuro próximo irei.

    xoxo,
    Cecília
    encanto-do-livro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Ah, parece ser um livro maravilhoso e super engraçado *-*
    Adoreeeei os quotes *-* É bem no estilo de Meg Cabot, não? rs.
    Preciso ler os livros da Marian Keys!
    Beijos,
    Ana M.
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Gabriel.
    Eu nunca li nada dessa autora, nenhuma premissa dos livros dela me atraem.
    E não gostei de saber sobre os problemas na diagramação, e frases incompletas é o cúmulo, total descaso com o leitor.

    Até mais.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  14. Oiee Gabriel ^^
    Até agora só li dois livros da Marian, e não foram lá 100% legais, mas esse parece ser o melhor deles.
    Odeio quando as editoras pisam na bola na hora da diagramação, e o pior é que isso acaba desanimando o leitor *-*
    MilkMilks
    DM
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oi, Gabriel!

    Estou louca para adquirir mais um livro da Marian. Antes de ler esse, quero ter a chance de ler Um Bestseller pra Chamar de Meu, que parece ser muuuuuuito bom, especialmente no meu caso, uma vez que quero cursar produção editorial.

    Beijos,

    Natalia Leal
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Gabriel, eu adoro, adoro, adoro Los Angeles! Você já leu os outros livros das irmãs Walsh? Se não leu, leia! Achei divertidíssima a estadia de Maggie em Los Angeles. E o que foram aquelas aventuras pelas quais ela passou? Mas o mais legal de tudo foi ver a personagem se autodescobrir e voltar fortalecida para a casa. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  17. Nunca li um livro da Keyes mas este é o que mais me chama atenção! Adorei a resenha e os quotes!


    Abraços,

    Alisson
    contandolivros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  18. Eu amo MK.
    E sua resenha me fez ficar ainda mais apaixonada por esse livro.
    Beijão.
    http://linhasemaislinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Heey!

Agradecemos pela visita. O que achou do post? Compartilha sua opinião conosco. Obrigado :)

Eu vivo lendo. Todos os direitos reservados.©
Design e codificação por Sofisticado Design